Curta Madeira de Lei discorre sobre o trabalho doméstico

 

 

    Madeira de lei still/Foto Dandara de Morais

Produção foi contemplada pelo #CulturaemRedeSescPE e vai ao ar dia 30 de outubro às 17h no canal da instituição no Youtube

 

Confinada em sua casa, cuidando de sua avó, porém com a mente em ebulição, observando o Brasil diante do contexto pandêmico e político atual, a realizadora audiovisual Karolina Kalor se vale de dispositivos móveis e suas memórias familiares para realizar, dentro de casa, seu mais novo curta-metragem. Madeira de Lei contou com o incentivo do Sesc Pernambuco, através do #CulturaemRedeSescPE. A estreia acontece nesta sexta-feira, dia 30 de outubro, às 17h, no canal da instituição no Youtube.

 

A proposta enviada no formulário de inscrição dava as dicas: um filme autobiográfico sobre trabalho doméstico. Madeira de Lei também relaciona elementos da performance, da videoarte e documentário, em uma narrativa experimental encabeçada por Kalor ao lado da montadora Erlânia Nascimento e da desenhista de som Aishá Lourenço. “No início da pandemia trabalhamos remotamente, através de telefonemas e videoconferências. Agora na fase final de produção tomamos todos os cuidados para que o coronavírus não intimidasse o nosso pique na criação final”, conta a diretora. As filmagens aconteceram no centro cultural A Casa de DonArlinda, que se estrutura na comunidade da Alagoinha, em Santa Mônica, bairro situado no município de Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife.

 

De acordo com a diretora, que encara esta experiência como processo formativo em Audiovisual, tanto pelo contexto adverso como pelas escolhas estéticas mais experimentais, Madeira de Lei procura apresentar diferentes perspectivas sobre o trabalho doméstico, remunerado ou não, ao largo das últimas décadas, e traz como exemplo as figuras femininas de mulheres da família da diretora, unindo arquivos de acervo pessoal a mídias noticiosas.

 

Serviço - Estreia do curta Madeira de Lei, por Karolina Kalor

30 de outubro de 2020, sexta-feira, às 17h

https://www.youtube.com/user/sescpernambuco

Gratuito

 

FICHA TÉCNICA

Gênero: Experimental

Duração: 8'08

Classificação indicativa: 16 anos

Direção e roteiro: Kalor

Co-produção: Centro Cultural A Casa de DonArlinda e Kalor

Elenco: Kalor

Direção de Fotografia: Kalor

Assistência de Fotografia: Nathalia Queiroz

Direção de arte: Kalor

Assistência de Direção de Arte: Bruno Francisco, Joyce Caroline, Ismael Bisoro, Willyanne Gleice  

Assistente de Direção e Montagem: Erlânia Nascimento

Edição de Som: Aishá Lourenço

Trilha sonora: Aishá Lourenço, Ligeirinho e Kalor

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ACÚSTICO IMAGINAR

“CONFISSÕES URBANAS” UM EXPERIMENTO CÊNICO DIGITAL

FESTIVAL DE TEATRO DE IGARASSU ESTÁ COM INSCRIÇÕES ABERTAS