quarta-feira, 20 de junho de 2018

Hoje tem Olha! Recife com programação temática no BRT Cais do Sertão


 
Os próximos passeios especiais acontecem nos dias 20 e 28 de junho
 
No clima dos festejos juninos, a novidade são passeios num BRT decorado com inspiração junina, indo do Cais do Sertão ao Sítio Trindade. O ônibus sai do bairro do Recife e vai até o principal arraial do Recife, onde há apresentações artísticas, shows e concurso de quadrilhas. O passeio é um oferecimento da MobiBrasil em parceria com  o Museu Cais do Sertão, Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco e Prefeitura do Recife.
 
O projeto conta com adesivação e decoração interna e externa, seguindo o padrão da identidade visual do Centro Cultural Cais do Sertão. Foram destacados elementos da cultura popular sertaneja, como arupembas (peneiras de palha), chita, alfabeto heráldico (Armorial), a famosa fachada de cobogós do  Musei Cais do Sertão, além de cores vibrantes. Os passeios saem às 18h dos dias 20 e 28 de junho. A inscrição para o dia 28 abre às 9h do dia 27.
 
Serviço:
Olha!Recife no BRT Cais do Sertão
Dia: 20 e 28/06
Hora: 18h
Saída: Cais do Sertão
inscrições: www.olharecife.com.br

A bossa de Antonia Adnet no Samba de Bamba, próxima semana

Antonia Adnet. | Foto: Alexandre Sant'anna


Em sua estreia no Recife, carioca lança o CD “Tem + Boogie Woogie no Samba”, dia 26 de junho, no qual faz viagem ao samba dos anos 1930 aos 1950

A violonista, arranjadora, compositora e cantora carioca Antonia Adnet é a próxima atração do projeto Samba de Bamba, que chega ao Teatro da Caixa Cultural Recife, dia 26 de junho. Pela primeira vez na cidade, a artista mostra repertório de seu mais recente CD, “Tem + Boogie Woogie no Samba” (Biscoito Fino), que desfila composições do final dos anos 1930 até 1950, como “Chiclete com Banana”, “Eu Quero um Samba”, “Adeus América”, “Tintim por Tintim”, e sambas de sua autoria. Será acompanhada por um trio formado por Jefferson Lescowich (baixo), Ricardo Rito (piano) e Jurim Moreira (bateria).

Anderson do Pife e Banda Zé do Estado levam a tradição do pífano para o circuito Aurora Instrumental




Grupo representa a música instrumental regionalista e se apresenta quarta-feira (20), às 19h30, no Teatro Arraial Ariano Suassuna

Representantes da música instrumental regionalista, Anderson do Pife e a Banda Zé do Estado defendem a tradição do pífano na programação do circuito Aurora Instrumental. O grupo apresenta nesta quarta-feira (20), às 19h30, no Teatro Arraial Ariano Suassuna, o show Raízes Invertidas, trabalho que estabelece um diálogo entre o tradicional e o moderno e faz um passeio pelo cancioneiro das bandas de pífanos, mesclando com peças de ícones da música popular nordestina. Anderson do Pife (concertina, direção e produção musical), que assumiu a liderança da banda nos últimos anos, toca ao lado dos mestres Júnior Francês (caixa de guerra), Bastos (zabumba), Zé Gago (pratos) e Tonho (pandeiro).

Irah Caldeira e Tio Bruninho no arraial do Tacaruna





Irah Caldeira se apresenta quinta-feira (21) no Tacaruna antecipando os festejos em homenagem a São João. O show do Taca mais Música é gratuito com início às19h, na área da segunda expansão do mall. Forró, baião e xaxado são os ritmos que estarão no repertório da cantora.

No domingo (24 )-  Dia de São João - será a vez da garotada vestir o traje matuto e se divertir com o Tio Bruninho e banda, às 17h, no Rooftop - nova área da cobertura do estacionamento da segunda expansão. O show  é aberto ao público.

terça-feira, 19 de junho de 2018

Dicas de leituras para junho

Nesse período próximo às férias escolares nada melhor que elaborar, caso permaneça no Recife, uma programação cultural capaz de transformar seu cotidiano em férias estimulantes. Daí, dentro de uma programação, a Agenda Cultural do Recife, traz dicas na área de literatura. Segue dicas para adultos e também para as crianças. Uma boa leitura alimenta e nos deixa livres no mundo da imaginação. As dicas de livros deste mês de junho, você encontra na CEPE Editora (ww.cepe.com.br) e, se quiser, pode fazer suas compras virtuais.

DAS TRIPAS CORAÇÃO
Autor: EZTER LIU
Os dezoito contos do livro Das tripas coração têm em comum a temática feminina, mas as narrativas apontam para panoramas diversos. A mulher que é deus, a mulher-monstro, a mulher que foge, a que faz perguntas, a que acende fogueiras. São as várias faces do feminino que protagonizam as histórias. É o “ser mulher” com sua força que se expande em várias direções, são as personas que coabitam e se revezam para descobrir o que faz de cada uma a protagonista da própria trama. A escolha estética de uma narrativa sem vírgulas aponta para a necessidade de contar sem pausas, com o fôlego possível, o que precisa ser contado, porque o texto tira da adversidade a sua força e atravessa os próprios limites para dizer o que precisa ser dito, muitas vezes usando a poesia nas entrelinhas das narrativas como alinhavo e marca de estilo. Foi Grande Vencedor do V Prêmio Pernambuco de Literatura.


PESADO - ORIGEM E CONSOLIDAÇÃO DO METAL EM PERNAMBUCO
Autor: WILFRED GADÊLHA

Músico e vocalista da cena do rock underground de Pernambuco, o também jornalista Wilfred Gadêlha desenvolve um projeto de mapeamento do gênero metal que resultou em mais de 150 entrevistas, um documentário e agora a segunda edição de PEsado – Origem e consolidação do metal em Pernambuco. Trata-se de um panorama do rock e do heavy metal no Estado, que teve início nos anos 1970, relatando os eventos que marcaram o período e fazendo uma viagem através das gerações de roqueiros e bangers, tudo contado a partir da visão de quem ajudou a construir esse cenário.





PENÉLOPE AFRICANA
Autor: ANDRÉ RESENDE


Penélope Africana é um romance moderno, corajoso, histórico e imaginativo, que transita entre realidade e fantasia. O autor escreve sobre um Brasil escravocrata e cruel, sem excluir a poesia. Narrado por uma voz feminina que tenta contar como possivelmente tudo aconteceu, o romance cresce a cada capítulo ao ir além dos dramas cotidianos até o fortalecimento da personalidade e conscientização dos direitos de Yaá, com uma linguagem cativante que envolve o leitor do início ao fim.








MEMÓRIAS DO ARAGUAIA: DEPOIMENTOS DE UM EX-GUERRILHEIRO
Autor: DAGOBERTO ALVES DA COSTA

O psicólogo Dagoberto Alves da Costa, que vivenciou na juventude a ditadura militar brasileira, revela neste livro como os sonhos da juventude da época foram transformados em pesadelo. O ex-guerrilheiro, após um tempo silencioso, foi encorajado pela esposa , a jornalista e deputada Terezinha Nunes, a narrar experiências, detalhes e horrores que presenciou, o que faz de forma sensível e minuciosa, iluminando assim uma página escura da história do Brasil.







Provocações Urbanas: Como preservar sem criminalizar a arte?

Cristina Tejo


Rebeca França
O INCITI - Pesquisa e Inovação para as Cidades, grupo de pesquisa transdisciplinar da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), promove nesta terça-feira (19), às 19h, mais uma edição do Provocações Urbanas, com o tema Como preservar sem criminalizar a arte?. O debate foi pensado a partir da deflagração, pela Polícia Federal, da “Operação Grapixo”, que resultou na busca e apreensão de oito suspeitos de pichação no Sítio Histórico de Olinda. A roda de conversa acontece na sede do INCITI/UFPE, que fica na R. do Bom Jesus, 191, Bairro do Recife.

A preservação do patrimônio histórico e a garantia de liberdade de expressão para grupos socialmente marginalizados são temas complexos. Para essa provocação foram convidados o grafiteiro e articulador social Stilo Santos, do Coletivo Pão e Tinta (Comunidade do Bode); a curadora e crítica de arte, Cristiana Tejo; o chefe do escritório técnico do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em Olinda, Fernando Augusto Lima; a grafiteira e historiadora, Rebecca França (Coletiva das Vadias); além dos pesquisadores do INCITI, Alex Oliveira, Renata Paes, Lenne Ferreira e Natan Nigro, que também é integrante da Sociedade Olindense de Defesa da Cidade Alta (Sodeca), mediando o debate.

Olha! Recife segue com programação temática no BRT Cais do Sertão


 
Os próximos passeios especiais acontecem nos dias 20 e 28 de junho
 
No clima dos festejos juninos, a novidade são passeios num BRT decorado com inspiração junina, indo do Cais do Sertão ao Sítio Trindade. O ônibus sai do bairro do Recife e vai até o principal arraial do Recife, onde há apresentações artísticas, shows e concurso de quadrilhas. O passeio é um oferecimento da MobiBrasil em parceria com  o Museu Cais do Sertão, Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco e Prefeitura do Recife.
 
O projeto conta com adesivação e decoração interna e externa, seguindo o padrão da identidade visual do Centro Cultural Cais do Sertão. Foram destacados elementos da cultura popular sertaneja, como arupembas (peneiras de palha), chita, alfabeto heráldico (Armorial), a famosa fachada de cobogós do  Musei Cais do Sertão, além de cores vibrantes. Os passeios saem às 18h dos dias 20 e 28 de junho. As inscrições para o passeio desta quarta (20) abrirão a partir das 9h desta terça (19). A inscrição para o dia 28 abre às 9h do dia 27.
 
Serviço:
Olha!Recife no BRT Cais do Sertão
Dia: 20 e 28/06
Hora: 18h
Saída: Cais do Sertão
inscrições: www.olharecife.com.br

Recife celebra a principal semana do São João com festa para todo lado



Programação montada pela Prefeitura do Recife contará com trios de forró e grandes atrações no Sítio Trindade e em vários arraiais espalhados pela cidade. Na principal semana do Ciclo Junino 2018, vai ter também mais quadrilha, de terça a sexta-feira, no Palhoção do Sítio Tridade

Pode engomar a camisa quadriculada e lustrar o chinelo de couro. De hoje (19) até domingo (24), tem mais emoção, mais cores e muito mais alegria garantida para os recifenses na programação preparada pela Prefeitura do Recife para celebrar o santo do carneirinho e seus vizinhos de oratório.
Até sexta-feira (22), o Sítio Trindade recebe mais 21 quadrilhas nas eliminatórias do 34º Concurso de Quadrilhas Juninas Adultas, promovido pela Secretaria de Cultura e Fundação de Cultura Cidade do Recife. As apresentações começam às 20h e seguem por toda a noite, gratuitas e abertas ao público.