Silviano Santiago lança terceiro título pela Cepe


Editado pelo selo Suplemento Pernambuco, o ensaio Fisiologia da Composição acaba de ser lançado o livro de Silviano Santiago e já está à venda 

Enquanto a sociedade procurava se adaptar à nova rotina de vida, obrigada ao confinamento imposto pela pandemia de Covid-19, o escritor Silviano Santiago se dedicava a escrever um dos seus mais sofisticados ensaios: Fisiologia da composição – Gênese da obra literária e criação em Graciliano Ramos e Machado de Assis. Editado pelo selo Suplemento Pernambuco, da Cepe Editora, a obra será lançada num bate-papo virtual entre o autor e o editor Schneider Carpeggiani, no próximo dia 7, às 19h, no canal da Cepe no YouTube. Aliás, será o debut de Silviano em lives.

Este é o terceiro livro do escritor publicado pelo selo Suplemento Pernambuco, que já editou Genealogia da ferocidade (1917), Uma literatura nos trópicos (2019) e agora Fisiologia da composição.

O livro está focado na leitura de dois grandes nomes: Graciliano Ramos, em que faz uma imersão em Memórias do Cárcere;  e Machado de Assis, com Memórias póstumas de Brás Cubas e Esaú e Jacó.

Silviano desenvolveu uma narrativa sofisticada, tendo como princípio a ideia de tematização do corpo  do autor como algo a ser analisado na literatura. Em Memórias do cárcere, Graciliano vai trazendo a própria decadência física, os remédios que é obrigado a tomar na prisão. É uma ideia de como o corpo aparece na obra.

Na leitura que faz de Machado, o ensaísta e crítico literário aborda o conceito de defunto autor, um autor sem corpo. Destaca que Machado de alguma forma também trouxe para seus romances a ideia de que seus personagens apresentam males como herpes ou síncopes, um problema que ele mesmo sofreu nas crises epiléticas e  desmaios, uma delas registrada publicamente.

Graciliano Ramos e Machado de Assis são duas obsessões constantes na obra de Silviano. E ao voltar para esses autores, justamente no momento em que o seu primeiro grande romance, Em liberdade, completa 40 anos, com Fisiologia da composição Silviano Santiago mostra porque é um dos nossos ensaístas mais inovadores”, analisa o editor.

Em liberdade, citado por Schneider, o autor escreve um diário apócrifo de Graciliano Ramos na cadeia, um ensaio ficcional em que assume a personalidade do escritor alagoano. Na Fisiologia da composição, Silviano se aprofunda ainda mais em Memórias do CárcereMemórias Póstumas de Brás Cubas Esaú e Jacó, assim como no seu primeiro romance.

A professora titular da teoria da literatura na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Eneida Maria de Souza, apresenta Fisiologia da composição como obra-prima. “Refazer os bastidores da criação literária e o percurso acadêmico como linhas paralelas que se encontram revela-se inusitado se inserido no atual momento da literatura brasileira. O relato de obra e vida estampado neste livro de Silviano Santiago, Fisiologia da composição, encena a homologia entre escritor e crítico, vocação ficcional de tornar o ensaio teórico em ‘grafia-de-vida’, sem romper com o distanciamento autoral. Inscrito na linhagem de autores cujo produto ignora a facilidade, assume o diálogo com Edgar Allan Poe – Filosofia da composição – pelo grau de semelhança e diferença entre gênese e criação. O livro reforça a leitura do corpo como metáfora, no intuito de revitalizar procedimentos escriturais presentes tanto nas obras revisitadas quanto na enunciação narrativa do ensaio”, analisa.

SERVIÇO

Lançamento nacional do livro Fisiologia da composição – Gênese da obra literária e criação em Graciliano Ramos e Machado de Assis

Data: 7 de dezembro, às 19h, live no canal da Cepe no YouTube, bate-papo com o autor Silviano Santiago e o editor do selo Suplemento Pernambuco, da Cepe Editora, Schneider Carpeggiani

O título já está em pré-venda, sendo que o envio do livro físico será feito a partir do dia 7 de dezembro

Preço até o dia 31/11: R$ 50,00, após esta data o livro impresso custará: R$ 60,00, e-book: R$ 18,00

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

“CONFISSÕES URBANAS” UM EXPERIMENTO CÊNICO DIGITAL

FESTIVAL DE TEATRO DE IGARASSU ESTÁ COM INSCRIÇÕES ABERTAS

ACÚSTICO IMAGINAR