Monja Coen participa de encontro virtual com o público

 

Monja Coen

Em live promovida pela Estácio, a missionária e fundadora da Comunidade Zen Budista Zendo Brasil vai falar sobre perdas, lutos e reconciliação com a vida

 

Promovida pela Estácio e aberta ao público, nesta terça-feira, dia 22 de dezembro, às 19h, acontece live com a Monja Coen Roshi, com o tema “Ano Novo: perdas, lutos, reconciliação com a vida”. O evento será transmitido pelo Instagram, no perfil @labtanatologiafmj.

 

Monja Coen Roshi é missionária oficial da tradição Soto Shu do Zen Budismo e primaz fundadora da Comunidade Zen Budista Zendo Brasil. Foi ordenada monja em 1983 e viveu 12 anos no Japão antes de retornar ao Brasil em 1995. Em 2001, fundou a Comunidade Zen Budista, em São Paulo. 

 

Monja orienta diversos grupos no Brasil e participa de diversas atividades públicas promovendo o princípio da não violência ativa e da cultura de paz, é autora de diversos livros, entre eles: "Palavras do Darma ", "A Sabedoria da Transformação", "108 Contos e Parábolas Orientais", "O Monge e o Touro", “O sofrimento é opcional”, “Zen para distraídos”, “O inferno somos nós”, com Leandro Karnal, dentre outros.

 

A live contará com a medição do professor da Estácio e coordenador do Laboratório de Tanatologia e do NASE, Djailson Ricardo Malheiro, que destaca esse momento como renovador, diante de um ano tão difícil como o de 2020. “A presença de uma palestrante do nível da Monja traz um momento de fé e otimismo para as pessoas, com uma mensagem linda e de esperança para o ano de 2021, mesmo diante de tantos desafios que ainda precisamos vencer”, afirma Djailson Ricardo. 

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONFISSÕES URBANAS HOJE NO YOUTUBE

COLETIVO CINERUAPE ESTREIA PODCAST NESTE SÁBADO (23)

Zé Cafofinho lança TIRO DA ALMA, projeto inédito contemplado pela Aldir Blanc