JANELA DE POESIA NESTA QUINTA ÀS 20hs

Alexsandro Souto Maior, escritor e dramaturgo, vem desenvolvendo o projeto Janela de Poesia trazendo para as lives importante intercâmbio cultural entre artistas da música, da literatura, enfim, que fazem produção cultural trazendo para nós uma ponte singular de diálogos e poéticas.

Nesta quinta-feira, às 20hs, Alexsandro convida o cearense Luiz Manuel, radicado em Olinda e a sergipana Lari Lima.

Alexsandro Souto Maior, que também é professor de literatura reúne artistas em Janela de Poesia

Luiz Manuel é Formado em história pela UFPE  Administra um estúdio de criação: o “Espaço Coletivo Caverna”, casa de fruição e formação artística na periferia de Olinda/PE. 
Durante dez anos: realizou um intercâmbio artístico em Portugal,  dirigiu espetáculos de teatro (‘A Rã’, ‘Cartas’), dirigiu shows (‘Margareth Menezes em Mestres do Mundo’, com Margareth Menezes), escreveu roteiros e produziu para cinema e interprogramas (‘Monumentos Virtuais – plataforma web’), atuou no cinema e na vídeo-arte (Superpina, Colômbia, Nódua na Boca), trabalhou com teatro de bonecos (com o grupo Mamulengo Só riso) e produziu shows musicais (Em Canto e Poesia, Vertin Moura, Paulo Matricó). 
Em 2019, recebeu pela segunda vez o prêmio de pesquisa para jovem encenador em Recife, realizou laboratórios cênicos com Lisandro Rodrigues (ARG) e Damian Cervantes (MEX). Atualmente, circula com  ‘Pajeú das Flores’, ‘Cartas’ e ‘A Chegada de Godot’ (MIT – Portugal, FLIP, FIG).

Lari Lima é cantora e compositora sergipana, ativista e empreendedora. Autodidata, aos 15 anos de idade se iniciou profissionalmente, cantando e tocando violão. Lari também alcançou destaque na televisão, ao ser semi-finalista do “Reality show Garagem Acústica, do programa Combinado, na filiada na rede Globo, no Estado. Atualmente, Lari Lima estuda no Conservatório de Música de Sergipe e atua na cena local como intérprete da Música Popular Brasileira, passando por diversos gêneros como samba, jazz, e forró. Em especial, Lari Lima trabalha no seu projeto autoral e busca conectar o público com sua música, revelando sua identidade de mulher negra e seu encanto pelas pessoas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

“CONFISSÕES URBANAS” UM EXPERIMENTO CÊNICO DIGITAL

FESTIVAL DE TEATRO DE IGARASSU ESTÁ COM INSCRIÇÕES ABERTAS

ACÚSTICO IMAGINAR