Artistas em luta permanente pelo Teatro Paulo Freire da cidade do Paulista

A esperança ainda bate no coração dos artistas. E para reforçar e apoiar a luta daqueles que fazem das artes cênicas expressão de vida e de percepção dos homens e do mundo, lembramos de Federico García Lorca ao nos legar que “O mais terrível dos sentimentos é o sentimento de ter a esperança perdida.”

E a esperança arde no município do Paulista, localizado no litoral norte de Pernambuco que com seus mais de 300 mil habitantes ainda não possui um teatro totalmente equipado para o seu povo e seus artistas. Tanto é, por exemplo, que o ator e produtor Vinícius Coutinho luta desde 2005 para que a cidade tenha uma casa de espetáculos para abraçar as expressões das artes cênicas.

O ator e produtor cultural Viníus Coutinho luta desde 2005
 pela restauração do Teatro Paulo Freire do Paulista

Há, é verdade, um teatro. O Teatro Paulo Freire, fundado em 28 de maio de 1944 e entregue a cidade como Cine Teatro Municipal Paulo Freire, templo para o cinema e teatro, com 400 lugares.

Conforme relato de Vinícus Coutinho, "As condições sempre precárias com cadeiras desconfortáveis e apenas dois camarins, sem maquinário e sistema de iluminação deficiente. Com o decorrer do tempo, as sessões de cinema foram desativadas e passou então a ser denominado Teatro Paulo Freire."

Os artistas, organizados, fizeram cards, depoimentos em redes sociais e faixas que clamavam pela reabertura do Teatro Paulo Freire.

Algumas pequenas reformas foram feitas mas, desde 2005 que o ator e produtor Vinícius Coutinho clama e denuncia o descaso para com o equipamento cultural nos meios de comunicação para que a casa de espetáculos da cidade se torne definitivamente equipada, restaurada e capaz de receber espetáculos dos artistas da cidade e visitantes.

Inúmeras campanhas foram desencadeadas para sensibilizar os gestores da cidade nesses últimos 14 anos e neste último dia 25 de agosto, Vinícius Coutinho ao lado de vários artistas, fizeram um grande manifesto que contou com o apoio da imprensa e dos artistas nas redes sociais, o que resultou num compromisso assumido pela atual gestão da Prefeitura do Paulista em entregar o teatro reformado até o dia 30 de novembro de 2020.

Recentemente o ator e produtor Vinícus Coutinho foi empossado 
no Conselho Municipal de Cultural do Paulista

Vinícius Coutinho, 53 anos, é ator e diretor de teatro infantil e adulto, produtor de projeto escola. Dentre os vários espetáculos dos quais participou, dirigiu ou produziu, há “A Farsa de Yarim no céu de mandacaru”, “O Balcão”, “Chapeuzinho Vermelho”, Hipopocaré, “A Bela e a Fera”, Os Dinossauros Apaixonados”, “Cantigas do Sol”, “Dom Quixote de Cordel”, “Paixão de Cristo do Recife”, além de realizar o projeto Teatro Escola.

Para os artistas que participaram do manifesto, a luta continuará até a entrega do Teatro Paulo Freire aos artistas e ao povo do Paulista.



Comentários

  1. " Quem melhor que os oprimidos, se encontrará preparado para entender o significado terrível de uma sociedade opressora? " (FREIRE, 1987)

    A luta é muito grande, mas não iremos nos calar, porque quem cala está conivente com o descaso...sempre haverá luta do povo toda vez que forem esmagados pelos opressores...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

“CONFISSÕES URBANAS” UM EXPERIMENTO CÊNICO DIGITAL

FESTIVAL DE TEATRO DE IGARASSU ESTÁ COM INSCRIÇÕES ABERTAS

ACÚSTICO IMAGINAR