Abertas inscrições para curso de circo voltado para pessoas com e sem deficiência física e público em geral, pioneiro em Pernambuco


As aulas serão oferecidas gratuitamente e o curso tem duração de 8 meses. Alunos que já vivenciaram a experiência apontam melhoras

Estão abertas, as inscrições para o curso “As Múltiplas Acessibilidades na Linguagem Circense – Ano II”. Para pessoas com e sem deficiência visual, cadeirantes, motor, intelectual e também público em geral, pioneiro no estado. O curso oferece aulas gratuitas que serão realizadas todas as segundas-feiras, das 9h ao meio-dia, no Instituto dos Cegos (R. Guilherme Pinto, 146 - Graças). Os interessados devem realizar a inscrição, sempre das 9h às 16h, no mesmo local das aulas. O objetivo do curso é a inclusão social.
Durante os oito meses de aulas, os facilitadores Sérgio Muniz e Gilberto Trindade, experientes na arte do picadeiro, buscarão despertar a arte circense trabalhando com os alunos a palhaçaria, o malabarismo, equilibrismo, trapézio, lira oscilante, aplicando técnicas do Circo Social. “Essas habilidades circenses proporcionam uma melhor qualidade de vida para os deficientes, pois ajudam na percepção da multilateralidade, força, agilidade”, explica Sérgio.
 Como cada deficiência tem suas especificidades, uma pessoa cadeirante, por exemplo, vai trabalhar a coordenação motora, manipulação de objetos. Sabrina Gomes, uma das cadeirantes que participou da primeira turma do curso, além de destacar tais melhoras, apontou a elevação da autoconfiança como um dos pontos fortes durante os meses de aula: “Para mim foi muito mais surpreendente do que eu imaginava, porque eu pude provar para mim mesma que eu conseguia”.   
Já para os cegos, o curso auxilia na agilidade com atividades de pulos de corda, equilíbrio, percepção do espaço e fortalecimento da confiança mútua e da autoestima, pois os exercícios são feitos sem bengalas. O aluno José Carlos, deficiente visual também da primeira turma, destacou a união com os colegas após o curso: “Fez a gente se unir mais um pouco porque a gente vivia um longe do outro. Não podíamos dar um abraço, mas aqui a gente se abraça e dá as mãos”. Já a colega Esther Maria Ferreira da Silva, falou sobre a melhora no cotidiano: “O curso melhorou minha locomoção porque com os exercícios propostos consigo ter mais agilidade no meu dia a dia”.
O projeto tem o apoio do Instituto Antônio Pessoa de Queiroz (IAPQ) e o incentivo cultural do Funcultura, da Fundarpe, da Secretaria de Cultura e do Governo do Estado de Pernambuco.

SERVIÇO
Curso de Circo “As Múltiplas Acessibilidades na Linguagem Circense – Ano II”
Inscrições: Até o dia 30 de setembro, das 9h às 12h
Local: Instituto dos Cegos (R. Guilherme Pinto, 146 - Graças)
Duração do Curso: 8 meses, com aulas às segundas-feiras, das 9h ao meio-dia
Público-alvo: Deficientes visuais, cadeirantes, motor e intelectual e público em geral. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Artistas Digitais: Laís Xavier

Bairro da Várzea da exemplo de solidariedade durante a pandemia do Covid-19

Mais de 260 filmes Pernambucanos gratuitos para assistir em casa