Cleyton Cabral e Paulo André comandam oficina de escrita e narração de histórias


Cleyton Cabral e Paulo André Viana são facilitadores da oficina, que foi contemplada com os recursos dos editais emergenciais da Lei Aldir Blanc em Pernambuco

Estão abertas as inscrições para oficina “Lugar de fala: oficina de escrita e contação de histórias a partir das narrativas pessoais”, que tem como objetivo promover uma discussão sobre lugares de fala a partir das vivências das pessoas participantes. A iniciativa foi contemplada com os recursos dos editais emergenciais da Lei Aldir Blanc em Pernambuco.

Como a história de cada uma reflete na construção da sociedade? Qual o perigo de uma história única? Essas e muitas outras perguntas estarão presentes nas rodas de conversa, que serão facilitadas pelos escritores Cleyton Cabral e Paulo André, entre os dias 1º de fevereiro e 10 de março de 2021 (segundas e quartas-feiras), das 19h30 às 21h.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o próximo dia 25/1 (segunda-feira), por meio do link: bit.ly/oficinalugardefala. As pessoas selecionadas serão contactadas por e-mail ou WhatsApp.

Através de leituras, debates, trocas de experiências e a participação de palestrantes convidados, os artistas irão propor exercícios de escrita a partir das vivências e o compartilhamento através da narração dessas histórias, possibilitando assim, o empoderamento em relação aos seus lugares de fala indo de encontro à visão decolonial.

A oficina será on-line e poderão participar pessoas com interesse em literatura e narração de histórias, residentes nas macrorregiões: Mata, Agreste e Sertão de Pernambuco. Serão oferecidas 35 vagas. O projeto prevê: 25% das vagas para pessoas pretas, pardas ou indígenas; 20% para mulheres cis e 15% para pessoas trans/travestis e não-binárias.

Sobre os facilitadores

Cleyton Cabral é escritor, dramaturgo, ator, produtor cultural, publicitário e especialista em escrita criativa. Publicou “Tempo nublado no céu da boca”, “O menino da gaiola” e “Planta baixa” e as coletâneas “Mosaico” e “Escrever ficção não é bicho-papão”. Foi vencedor por três anos do Prêmio Ariano Suassuna de Dramaturgia.

Paulo André é pedagogo, ator, encenador, produtor cultural, escritor, mediador de leitura, oficineiro e contador de histórias. Publicou o livro infantil “A viagem de Marino” e foi selecionado no concurso “Contos da Quarentena”, pela Kotter Editorial.

Serviço
Lugar de fala: oficina de escrita e contação de histórias a partir das narrativas pessoais, com os facilitadores Cleyton Cabral e Paulo André Viana
De 1º de fevereiro a 10 de março (segundas e quartas-feiras), das 19h30 às 21h. Serão 12 encontros de 2 horas
Inscrições gratuitas até 25/1 (segunda-feira), pelo 
bit.ly/oficinalugardefala.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

“CONFISSÕES URBANAS” UM EXPERIMENTO CÊNICO DIGITAL

FESTIVAL DE TEATRO DE IGARASSU ESTÁ COM INSCRIÇÕES ABERTAS

ACÚSTICO IMAGINAR