Espetáculo da Cia. Corpos Nômades ganha versão inédita encenada em quatro capítulos on-line

 


A Cia. Corpos Nômades e a Prefeitura de São Paulo, através da Secretaria de Cultura da Cidade de São Paulo, apresentam O Eterno Voo de Dr. Faustroll na Clareza Obscura da Internet, espetáculo inédito da companhia idealizada por João Andreazzi que foi criado a partir da obra O Eterno Voo de Dr. Faustroll na Clareza Obscura do Ar, de 2017. Neste formato, pensado para os tempos de pandemia, a exibição da obra se dará por quatro capítulos sequenciais que serão apresentados de 4 a 20 de dezembro, nas redes sociais da companhia (Facebook e Youtube).

 

Cada capítulo será transmitido três vezes. O primeiro nos dias 4, 5 e 6/12 (sexta e sábado, 20h; domingo, 18h), o segundo nos dias 11, 12 e 13  (sexta e sábado, 20h; domingo, 18h), o terceiro está marcado para 15, 16 e 17/12 (terça, quarta e quinta, 20h) e o quarto para dias 18, 19 e 20/12 (sexta e sábado, 20h; domingo, 18h).

 

Neste desafio para a montagem cênica/coreográfica, com um olhar atento para todas as medidas necessárias de segurança devido à pandemia, surgiu um intrigante modo de experimentação cênica, onde as cenas foram criadas e captadas especialmente para exibição on-line, fazendo com que cada encontro de ensaio, adaptação e apresentação se transformasse em um acontecimento que une dança, teatro, os objetos de cena e  das casas dos intérpretes, dramaturgia e movimentação vocal e corporal, além do tema central do espetáculo – que é o mito do Dr. Fausto – lenda alemã sobre um homem que faz um pacto com o demônio.

 

O espetáculo da Cia. Corpos Nômades também tem como base da criação uma utilização de forma livre do texto Gestas e Opiniões de Dr. Faustroll – Um romance neo-cientifico, de Alfred Jarry. A obra foi traduzida para o português por Eclair Almeida. O tradutor  Eclair foi  apresentado a Andreazzi por  Claudio Willer, que foi o  tradutor de Isidore Ducasse (Conde de Lautréamont), autor de Cantos de Maldoror – obra literária que inspirou a montagem do espetáculo Hotel Lautréamont - Os Bruscos Buracos do Silêncio, de 2010. 

A curta vida do poeta e dramaturgo Alfred Jarry (08/09/1873 + 01/11/1907) instigou de forma estranha e inquietante toda a construção cênica (cinecoreodramaturgrafia, como nomeia João), já que em sua obra, ele apresenta ao público as soluções imaginárias que compõem a Patafísica. Essa ciência inventada tece de modo hilário a desconstrução do real e sua reconstrução no absurdo, exercendo forte influência nas escolhas de todo argumento para esta livre adaptação.
 
Nos quatro capítulos, que compõem a obra online, há, portanto, alguns elementos que estão sempre presentes. São eles a Patafísica,  ciência que dá soluções imaginárias às coisas que não têm fácil resolução, apresentada por Alfred Jarry; o Mito de Fausto, inspiração para vários escritores, como Marlowe, Goethe e Thomas Mann; e a situação de incerteza do momento no Brasil e no Mundo, devido a pandemia e ao contexto político.
 
“Os episódios estão permeados por múltiplas texturas que surgem dessas junções e sampleamentos – dos movimentos, das cores, sons e imagens. O non-sense de estar presente, mas isolado, fomenta uma transposição para os corpos dos intérpretes, criando um salto do realismo para o surrealismo, da realidade para um universo onírico e, como no próprio sonho, às vezes claro e outras vezes obscuro”, conta João Andreazzi.
 
Conversas com o público, palestra e workshop
 
Está prevista ainda uma conversa/palestra com Claudio Willer e João Andreazzi no dia 12 de dezembro, sábado, 15h, no  Youtube e 
Facebook da Cia. Corpos Nômades, sobre a vida e obra de Alfred Jarry.
 
O público também está convidado a dialogar com os intérpretes da companhia após as exibições online dos quatro capítulos sobre o trabalhos. A temática, o processo de transcriação, a pesquisa cênica de João, antes intitulada de coreodramaturgrafia e adaptada para cinecoreodramaturgrafia devido ao contexto online, entre outros assuntos, são as sugestões de diálogo com a plateia virtual.
 
Somado a esta programação, o Workshop/Ateliê Outras Dimensões Poéticas acontece nos dias 1, 3, 8 e 10 de dezembro, das 15h às 17htambém de graça. Nesta atividade, o objetivo é que as vivências proporcionem aos participantes a oportunidade de conhecerem o processo criativo da Cia. Corpos Nômades, levando esse aprendizado para as criações dos seus respectivos trabalhos artísticos.
 
Para se inscrever, basta acessar o site da  POIESIS, associação cultural responsável pelas Oficinas Culturais (Oswald de Andrade) no seguinte link:  
Poiesis Maiscultura – ATELIÊ CORPOS NÔMADES. Mais detalhes estão disponíveis no site www.ciacorposnomades.art.br.
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Zé Cafofinho lança TIRO DA ALMA, projeto inédito contemplado pela Aldir Blanc

COLETIVO CINERUAPE ESTREIA PODCAST NESTE SÁBADO (23)

Shopping Patteo Olinda recebe exposição de veículos em miniatura