Cepe lança vencedores de prêmio literário nacional

 


 

Autores dos três títulos, de conto, romance e poesia, participam do Circuito Cultural Digital de Pernambuco

 

A Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) lança os três títulos vencedores do V Prêmio Cepe Nacional de Literatura. Os autores ganhadores das categorias romance (A importância dos telhados, de Vanessa Molnar), conto (Erros, errantes e afins, de Emir Rossoni) e poesia (As cartas de Maria, de Zulmira Alves Correia) estarão presentes em live que acontece durante a última etapa da edição 2020 do Circuito Cultural Digital de Pernambuco, nesta quarta-feira, dia 9 de dezembro, às 19h. A mediação será realizada pelo editor da Cepe, Diogo Guedes.

 

“Com a publicação dos livros, a Cepe Editora realiza a etapa mais importante de um prêmio de inéditos: apresentar para o público esses textos selecionados. São obras de qualidade, atestadas por um júri, e também bastante diversas entre si. Na poesia de Zulmira Alves Correia, vemos as cartas em versos de uma mulher que fugiu e deixou a sua mãe e a sua casa no Sertão Nordestino. No romance de Vanessa Molnar, a narrativa já traz a experiência de uma mulher mais velha, que relembra o passado através de uma amizade e das vivências do período da ditadura militar. Por fim, nos contos de Emir Rossini, o leitor se depara com personagens ocupados com seus anseios e quedas, com suas buscas e equívocos. Esse lançamento é, também, uma forma de convidar autores - estreantes ou experientes - a participarem dos editais dos prêmios da Cepe, que estão com inscrições abertas”, declara Diogo. 

 

O conflito com a passagem do tempo é a primeira questão com a qual o leitor e a leitora vão esbarrar no romance A importância dos telhados, da paulista Vanessa Molnar. Mas ao longo das 178 páginas do livro nos surpreendemos com acontecimentos e memórias revividas que aos poucos transformam a vida da protagonista e a nossa leitura. O que a princípio parece um romance pessimista ganha um sopro de otimismo ao longo da narrativa, transformando a realidade. Passado e presente se confrontam e se completam no cotidiano de Elle e em suas recordações sobre temas como ditadura militar, tortura, tolerância religiosa, preconceito social; sobre o desprezo das elites e dos governos autoritários pelo papel do professor e pela educação; sobre a literatura. Assuntos que pareciam fazer parte do ontem, mas que voltaram a assombrar a protagonista, dentro do livro, e nós, leitores, aqui fora. Graduada em História e Mestre em Estudos Culturais pela USP, Vanessa utiliza o recurso da autoficção em seu romance para suprir a impossibilidade de representar o real.


Vencedor do prêmio na categoria Contos, Erros, Errantes e Afins, do escritor gaúcho Emir Rossoni, reúne 12 narrativas em 136 páginas que prendem o leitor do começo ao fim. As histórias levantam questões sociais e culturais presentes no nosso dia a dia, como preconceito e segregação, além das escolhas que fazemos na vida, sempre colocando os personagens em situações-limite. “Eu acredito que a literatura, acredito que a arte como um todo, seja uma potencializadora da complexidade humana. O artista não cria uma obra para explicar um comportamento. Ele cria a obra para questionar esse comportamento, a função da arte é fazer perguntas”, declara Emir Rossano. O livro, diz ele, foi escrito aos poucos, ao longo de mais de dez anos.

A ganhadora no gênero poesia, Zulmira Alves Correia, 23 anos, foi a mais nova e única nordestina a levar o prêmio nesta edição. Com o título As cartas de Maria ela conta as histórias que ouviu quando menina, do avô Raimundo. O poema tem como protagonista Maria, sua bisavó, que através de cartas escritas para sua mãe, conta suas aventuras, depois de fugir de casa para viver com um andarilho, por quem se apaixonou. Viveram no Crato, Ceará, cidade em que a autora nasceu. Depois o casal migrou para São Paulo, onde conheceram a fome e a frieza da cidade grande.



NOVA EDIÇÃO

De 4 de dezembro de 2020 a 15 de janeiro de 2021 estão abertas as inscrições para o 6º Prêmio Cepe Nacional de Literatura, e para o 3º Prêmio Cepe Nacional de Literatura Infantil e Infantojuvenil. Para participar os concorrentes devem ser brasileiros natos, residentes no Brasil ou no exterior, bem como brasileiros naturalizados residentes no país, independente de sexo, etnia, idade, formação cultural, religiosa ou política, desde que atendam às normas do edital, que podem ser acessadas no site http://bit.ly/premiocepe2020.

 

As inscrições serão realizadas exclusivamente por meio digital através do endereço www.cepe.com.br/premio-cepe. O 6º Prêmio Cepe Nacional de Literatura contemplará as categorias Poesia, Conto e Romance com R$ 20 mil para os vencedores de cada uma. Já o 3º Prêmio Cepe Nacional de Literatura Infantil e Infantojuvenil agracia o vencedor de cada categoria com R$ 10 mil. O resultado será divulgado até 15 de junho de 2021.

 

Serviço:

 

Lançamento dos livros vencedores do V Prêmio Cepe Nacional de Literatura

Quando: 9 de dezembro

Horário: 19h

Onde: Live no canal do Youtube do Circuito Cultural Digital de Pernambuco (www.circuitoculturalpernambuco.com.br)

Preço dos livros: 

Erros, errantes e afins - R$ 30 (livro impresso); R$ 12 (e-book)

As cartas de Maria - R$ 20 (livro impresso); R$ 8 (e-book)

A importância dos telhados - R$ 40 (livro impresso); R$ 16 (e-book)

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ACÚSTICO IMAGINAR

“CONFISSÕES URBANAS” UM EXPERIMENTO CÊNICO DIGITAL

FESTIVAL DE TEATRO DE IGARASSU ESTÁ COM INSCRIÇÕES ABERTAS