JANEIRO DE GRANDES ESPETÁCULOS SE REINVENTA COM 'JGE CONECTA'


Edição especial será majoritariamente online, com apresentações também nos teatros de Santa Isabel, Luiz Mendonça e no novíssimo Teatro do Parque. A partir de hoje, estão abertas as inscrições para artistas e companhias interessados em participar do festival

Em momentos adversos, a arte é um respiro necessário. Preservar a existência do Janeiro de Grandes Espetáculos em tempos de pandemia tornou-se uma missão complexa, porém prioritária. Neste cenário, nasce uma edição especial do maior festival artístico de Pernambuco. Em sua 27ª temporada consecutiva, o Janeiro de Grandes Espetáculos – Festival Internacional de Artes Cênicas e Música de Pernambuco vira “JGE Conecta”.

De 7 a 28 de janeiro de 2021, abraça o virtual ao mesmo tempo em que, atendendo às normas sanitárias, segue em formato físico. A programação compreenderá 70 atividades, entre apresentações de teatro (adulto e infância/juventude), dança, música e circo, além de lives para rodas de conversa. Será 80% online, com exibição nas redes do JGE, e 20% apresentada em três teatros do Recife: Santa Isabel, Luiz Mendonça e Teatro do Parque, que reabre suas portas após a maior requalificação em seus 105 anos de história. Os ingressos para os espetáculos presenciais e virtuais serão vendidos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Paulo de Castro e José Manoel Sobrinho /  foto_credito Thiago Farias Neves

Realização da Associação de Produtores de Artes Cênicas de Pernambuco (Apacepe), sob direção geral do produtor cultural Paulo de Castro, o 27º Janeiro ganha assinatura do ator, diretor e gestor cultural José Manoel Sobrinho que, na função de gerente de Programação, sinaliza três novidades para 2021. A entrada do circo como uma das linguagens oficiais do projeto; a abertura da grade para espetáculos criados em escolas de dança, teatro e circo; e a ampliação do diálogo com a produção do interior do Estado. Sobre a garantia da representatividade de obras de outras regiões pernambucanas, o JGE conta com apoio da Rede Interiorana de Produtores, Técnicos e Artistas de Pernambuco (Ripa/PE), além de trazer em sua Comissão de Seleção nomes de Arcoverde e Petrolina ao lado de representantes da RMR. Dar espaço de escuta e representatividade, aliás, também chega através de importante parceria com a Articulação e Movimento para Travestis e Transexuais de Pernambuco (Amotrans/PE).

O Conselho Consultivo, que desde 2019 contribui para a pluralidade das atividades artísticas e pensa em mecanismos para garantir a liberdade de expressão artística, estética e humana, é formado pelo ator e dramaturgo André Filho, pela atriz e professora Fátima Aguiar, pelo ator e diretor Toni Rodrigues, e pelo ator e produtor Paulo de Pontes.

EDITAL – A partir de 25 e até 7 de dezembro, estão abertas as inscrições para os artistas/companhias interessados em participar do festival. O edital está disponível em www.janeirodegrandesespetaculos.com. Os espetáculos selecionados serão divulgados até 18 de dezembro.

Mágico Alakazam é um dos homenageados do JGE

HOMENAGEADOS – Nesta edição especial, oito representantes da nossa arte ganharão reverência. Na música, o maestro Ademir Araújo e a pianista Ellyana Caldas. No teatro, o escritor e dramaturgo Ronaldo Correia de Brito e a atriz Arari Marrocos, de Caruaru. No circo social, a artista-educadora Fátima Pontes; e no circo popular, o mágico Alakazam. Na dança, o artista e pesquisador Jailson Lima, de Petrolina, e a bailarina Cláudia São Bento.

Apresentado pela Prefeitura do Recife, o festival tem apoio da Cepe, Virtual, Fundação Cultural Cabras de Lampião e TV Globo, com produção geral de Paulo de Castro, produção executiva da Fervo Projetos Culturais, Roda Cultura e Cordas Cênicas, numa realização da Apacepe.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Zé Cafofinho lança TIRO DA ALMA, projeto inédito contemplado pela Aldir Blanc

COLETIVO CINERUAPE ESTREIA PODCAST NESTE SÁBADO (23)

Shopping Patteo Olinda recebe exposição de veículos em miniatura