Doutores da Alegria apresenta Conta Causos virtual

Dr. Wago Ninguém / Foto Doutores da Alegria

Nesta sexta-feira (16), às 19h, artistas do Recife e de São Paulo se encontram ao vivo para contar histórias que aconteceram nos hospitais

 

Contar histórias é uma das especialidades dos artistas do Doutores da Alegria. Ao longo de 29 anos de atuação nos hospitais públicos do país, sendo 18 deles no Recife, os atores da associação vivenciaram, a cada intervenção nos leitos pediátricos, episódios que às vezes são alegres, emocionantes, reflexivos e também tristes. Algumas dessas histórias vão fazer parte da edição de outubro do Conta Causos, marcada para esta sexta-feira (16), ao vivo, às 19h, no canal do Doutores da Alegria no YouTube e na página do Facebook.

Dra. MonaLisa /Foto Doutores da Alegria

A contação vai ficar sob a responsabilidade de Dra. MonaLisa (Greyce Braga) e Dr. Wago Ninguém (Wagner Montenegro), ambos do Recife, e dos Dr. Zapatta Lambada (Raul Figueiredo), Dr. Cavaco (Anderson Machado – SP), Dra. Manela (Paola Musatti-SP) e Dra. Tutty Bolot´s (Suzana Aragão), da unidade São Paulo. A direção é de Ronaldo Aguiar, diretor artístico da associação.

Do Recife, serão contadas duas histórias de personagens chamados José. Um deles era paciente do Hospital Universitário Oswaldo Cruz, no bairro de Santo Amaro. Dra. Monalisa e Dr. Dud Grud decidiram apostar na estratégia da “dupla sertaneja” para conquistar o menino, que estava deitado na cama, fingindo que dormia. Mas, na primeira estrofe daquela cantoria, José abriu o olho e avisou que iria chamar a polícia! Na segunda visita, os palhaços queriam provar que tinham alguma habilidade musical. Ainda assim, provavelmente com razão, José não gostou do que ouviu! O menino se divertiu mesmo foi com as trapalhadas dos palhaços fugindo da “polícia”. A reviravolta veio quando a enfermeira disse que seriam os besteirologistas que prescreveriam a alta do menino... Sem spoilers, é uma história de um encontro com boas risadas!

O segundo José do Conta Causos tinha uma função muito importante no Hospital Oswaldo Cruz: era porteiro, tinha um poder que os palhaços invejavam, “a chave do portão”. Mas naquela manhã, numa conversa com Dr. Wago Ninguém, palhaço e porteiro compartilharam medos, numa história de atenção e sensibilidade que fala bastante sobre o momento que estamos vivenciando nestes últimos meses.

Doutores da Alegria segue se adaptando às restrições impostas pela pandemia. A realização do Conta Causos através das plataformas digitais é uma das ações propostas para que a relação entre palhaços e pacientes, além do público em geral, possa estar viva mesmo em tempos de distanciamento social.

Desde abril, a associação começou a postar a série Delivery Besteirológico, vídeos criados pelos artistas em confinamento, com foco no público hospitalar. Mais de cem vídeos já foram publicados na Tv Doutores. Também estão acontecendo lives quinzenais com os palhaços e ações especiais, como a websérie de São Joãozinho e o primeiro festival virtual da associação, o Festival Miolo Mole, realizado ao vivo, com sete horas de programação.

O Conta Causos é apresentado e tem realização do Ministério do Turismo, através da Secretaria Especial da Cultura.

Serviço:

Doutores da Alegria em “Conta Causos” ao vivo

Quando: Sexta-feira (16), às 19h

Onde: Perfis do Doutores da Alegria no Youtube (/tvdoutores) e no Facebook (@doutores)

Quanto: Gratuito

 

Doutores da Alegria é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos que introduziu a arte do palhaço no universo da saúde, intervindo junto a crianças, adolescentes e outros públicos em situação de vulnerabilidade e risco social em hospitais públicos. Fundada em 1991 por Wellington Nogueira, transita pelos campos da saúde, da cultura e da assistência social e reforça a cultura como um direito de todos.

Desenvolve o Programa de Palhaços em 12 hospitais de São Paulo e Recife. No Rio de Janeiro, com o projeto Plateias Hospitalares, mantém uma programação artística permanente e diversa em sete hospitais. A Escola Doutores da Alegria traz formações diversas para o público em geral e para artistas e, entre suas iniciativas, se destaca o Programa de Formação de Palhaço para Jovens.

Como ajudar na manutenção da associação Doutores da Alegria

O trabalho da associação Doutores da Alegria, gratuito para os hospitais, é mantido por doações de empresas e de pessoas físicas, tanto por recursos próprios quanto por recursos advindos por meio das leis de incentivo fiscal. Os recursos das contribuições permitem a continuidade e a expansão das atividades e da estrutura do grupo, a realização de atividades de formação, oficinas e o aprimoramento técnico dos artistas. Quem quiser ajudar o trabalho da associação Doutores da Alegria pode entrar no site www.doutoresdaalegria.org.br e em facebook.com/doutores.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Zé Cafofinho lança TIRO DA ALMA, projeto inédito contemplado pela Aldir Blanc

COLETIVO CINERUAPE ESTREIA PODCAST NESTE SÁBADO (23)

Shopping Patteo Olinda recebe exposição de veículos em miniatura