Paço do Frevo realiza webinário internacional gratuito sobre Patrimônio Cultural

 

Foto Andrea Rego Barro
 

“Patrimônios Inquietos” discute questões pedagógicas e perspectivas pós-pandemia com especialistas do Brasil, Cabo Verde e Colômbia

 

Centro de referência na salvaguarda do patrimônio imaterial - reconhecido pela UNESCO (2012) e pelo IPHAN (2007) -, o Paço do Frevo promove nesta terça-feira (25) e quarta-feira (26), o webinário internacional Patrimônios Inquietos. O encontro gratuito visa estimular debates e instigar reflexões acerca do patrimônio cultural - que está, como todos nós, em meio a necessidades de reinvenções constantes devido à pandemia. O evento virtual tratará das interseções dos patrimônios com arte, educação e política cultural e terá a participação de especialistas e pesquisadores do Brasil, Cabo Verde e Colômbia.

 

 

Divididas em duas tardes, as atividades do encontro desta terça (25) tangem as Interações Pedagógicas com o patrimônio, por meio de ações educativas desenvolvidas no contexto de museus em diálogo com escolas e comunidades. Das 15h às 17h, conversam Mauro Luiz da Silva e Cleiton Gomes da Silva, do Museu dos Quilombos e Favelas Urbanos, de Belo Horizonte (MG), e Amélia Campelo, do Museu do Barro de Caruaru, sob a mediação de Carlos Lima (coordenador de educação do Paço do Frevo).

 

No segundo dia (26), também das 15h às 17h, serão abordadas Provocações Futuras, trará pesquisadores situados entre diferentes áreas reflexivas, revelando experiências no Brasil, em Cabo Verde e na Colômbia, prospectando inspirações e indagações para práticas patrimoniais. A proposta é trazer luz a discussões e iniciativas que tratam o patrimônio dentro de diferentes campos conceituais e práticos, estimulando novas inquietações sobre patrimônios. A antropóloga e gerente geral do Paço do Frevo Nicole Costa media o papo entre Moacir dos Anjos (curador e pesquisador de arte contemporânea), Alcides Lopes (etnomusicólogo e pesquisador do Colá Son Jon de Cabo Verde), Natalie Pacheco (designer, antropóloga e pesquisadora do Carnaval de Negros y Blancos da cidade de Pasto na Colômbia) e Jefferson Figueredo (professor, pesquisador e passista de frevo).

 

Paço do Frevo - Espaço cultural de incentivo à difusão, à pesquisa, e à formação de profissionais nas áreas da dança e da música, dos adereços e das agremiações do frevo. Ao longo de seis anos, recebeu quase 650 mil visitantes, teve mais de 2 mil alunos formados em suas atividades e promoveu mais de 600 apresentações artísticas. Paço do Frevo é uma realização da Prefeitura do Recife, com iniciativa da Fundação Roberto Marinho e gestão do Instituto de Desenvolvimento e Gestão (IDG).

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONFISSÕES URBANAS HOJE NO YOUTUBE

COLETIVO CINERUAPE ESTREIA PODCAST NESTE SÁBADO (23)

Zé Cafofinho lança TIRO DA ALMA, projeto inédito contemplado pela Aldir Blanc