Mágico Alakazam é convidado do Centro Apolo-Hermilo para bate-papo virtual

 

Na próxima segunda-feira (17), a partir das 20h, o terceiro encontro do Projeto Vivências receberá como convidado o mágico Alakazam, memória viva do circo pernambucano e brasileiro. As inscrições são gratuitas

Para gerar conteúdos e memórias contra o silenciamento cultural da pandemia, o Centro Cultural Apolo-Hermilo convida artistas e público para a terceira conversa virtual do projeto Vivências. Na próxima segunda (17), a partir das 20h, o projeto recebe como convidado Wilson Ribeiro da Silva, que se sagrou o Mestre Alakazam sob a lona do picadeiro. Mas não foi num passe de mágica. A conversa será na plataforma Zoom. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo Sympla, no link: https://www.sympla.com.br/projeto-vivencias-convida-alakazam__934016. As vagas são limitadas.

Natural de Surubim, o pequeno Wilson fugiu com o circo, aos 10 anos de idade, sem levar consigo um único documento sequer para perseguir o sonho de uma vida melhor. Nos últimos 55 anos de estrada, já foi contorcionista, domador de leão, cachorro, bode, macaco e elefante. Também tentou ser palhaço, até se consolidar mágico. Foi precursor em Pernambuco na participação de artistas circenses na televisão, tornando-se uma figura constante nos programas de locais nas décadas de 1960 e 1970.

Há 40 anos, criou o Circo Mágico Alakazam, que já foi considerado um dos maiores do Estado. “Com quase sete décadas dedicadas à arte circense, tendo vivenciado dos dramas circenses à decadência dos circos itinerantes no Nordeste do Brasil, Alakazam é um ícone da resistência e do amor a essa arte milenar de levar prazer e sonho a crianças de todas as idades”, celebra Williams Santana, também circense e gerente geral da Secretaria de Cultura do Recife. Williams será um dos provocadores da conversa com Alakazam, além dos atores, autores, gestores culturais, realizadores e profundos conhecedores da arte pernambucana Carlos Carvalho, Borica, além de Leda Alves, secretária de Cultura do Recife desde 2013.

O Projeto Vivências é uma realização do Centro de Cultural Apolo Hermilo e Centro de Documentação Osman Lins, mantidos pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

“CONFISSÕES URBANAS” UM EXPERIMENTO CÊNICO DIGITAL

FESTIVAL DE TEATRO DE IGARASSU ESTÁ COM INSCRIÇÕES ABERTAS

ACÚSTICO IMAGINAR