Teatro RioMar recebe Moacyr Franco


Artista canta, conta histórias e diverte o público em show dia 13 de março



Cantor, ator, escritor, humorista e diretor, Moacyr Franco vem ao Teatro RioMar, dia 13 de março, para mostrar várias de suas facetas no palco. Acompanhado por um sexteto de músicos, celebra os mais de 60 anos de carreira em duas horas de apresentação, canta mais de 20 músicas que embalaram várias gerações e relembra histórias de momentos inesquecíveis, tornando o público seu principal cúmplice. Ingressos, a partir de R$ 60, já estão à venda.


Em cena, o Moacyr humorista brinca, diverte-se e diverte a todos com suas piadas e críticas bem-humoradas. O Moacyr diretor comanda o espetáculo com maestria e faz com que a plateia participe da atração. O Moacyr showman dá um espetáculo e deixa todos com um gostinho de quero mais. O repertório traz sucessos como “Doce Amargura”, “Coração sem Juízo”, “Querida”, “Milagre da Flecha”, “Balada das Mãos”, “Distante dos Olhos”, “Cartas na Mesa”, “Suave é a Noite”, “Balada nº 7”, “Eu Te Darei Bem Mais”, “Ainda Ontem Chorei de Saudade” e “Seu Amor Ainda é Tudo”. Também o hit que trouxe Moacyr Franco para perto do público jovem, “Tudo Vira Bosta”, sucesso na voz de Rita Lee.


O ARTISTA – Moacyr Franco já foi apontado como o maior cantor e compositor de música sertaneja, romântica, carnavalesca e infantil do País. Tem grandes sucessos gravados por artistas como Chitãozinho & Xororó, João Paulo & Daniel, Paula Fernandes e João Mineiro & Marciano. Ganhou dezenas de Discos de Ouro, vários troféus Roquete Pinto (que era o prêmio máximo da televisão nacional) e, ao lado do filho Guto Franco, lotou os estádios do País – foram 120 mil pessoas no Maracanã.

Trabalhou nas principais emissoras de TV do País como apresentador, ator, produtor e roteirista. Com o personagem Mendigo na “Praça da Alegria”, estourou com a marchinha “Me Dá Um Dinheiro Aí”, sucesso do Carnaval de 1960.  Na TV Excelsior, estreou o programa “Moacyr Franco Show”, que ficou 25 anos no ar. Na TV Globo, foi o primeiro artista a ganhar um especial (“Moacyr Especial”). Na década de 90, apresentou no SBT o famoso “Concurso de Paródias” e escreveu e atuou em seriados como “Ó, Coitado”, com Gorete Milagres, e “Meu Cunhado”, com Ronald Golias. Em 2005, de volta a “A Praça é Nossa”, vira sucesso nacional com o bordão “Chique no Úrtimo”, do personagem Jeca Gay.

No teatro, dividiu o palco com Procópio Ferreira e Marília Pêra na célebre peça “Como Vencer na Vida Sem Fazer Força”, em 1964. Moacyr fez sua estreia no cinema apenas em 2012, no filme “O Palhaço”, com Selton Mello – a atuação lhe rendeu o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante do Festival de Cinema de Paulínia. Em 2013, esteve em outras três produções cinematográficas: “Vitrola”, com direção de Charly Braun, exibido no Telecine da TV Cultura; “Agora Vai”, direção de João Daniel Tikhomiroff, primeira produção de dramaturgia da Sony no Brasil; e “A Grande Vitória”, direção de Stefano Capuzzi Lapietra, lançado em 2014. Em 2017, participou do filme “Como se Tornar o Pior Aluno da Escola”, baseado no livro homônimo do humorista Danilo Gentili. Atualmente, está no elenco do seriado "Segunda Chamada", da Globo.

SERVIÇO
Moacyr Franco
Dia 13 de março (sexta), às 21h
Teatro RioMar: Av. República do Líbano, 251, 4º piso – RioMar Shopping

Duração: 80 minutos
Classificação: Livre

Ingressos:
Plateia Baixa: R$ 170 e R$ 85 (meia)
Plateia Alta: R$ 150 e R$ 75 (meia)
Balcão Nobre: R$ 120 e R$ 60 (meia)

+ Canais de vendas oficiais: bilheteria do Teatro RioMar Recife (terça a sábado, das 12h às 21h, domingos e feriados, das 14h às 20h) e www.uhuu.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Artistas Digitais: Laís Xavier

Bairro da Várzea da exemplo de solidariedade durante a pandemia do Covid-19

Mais de 260 filmes Pernambucanos gratuitos para assistir em casa