Fundação Terra promove campanha para sensibilizar doação por meio do IR

Em 2019, apenas 4,9% do potencial de R$ 81 milhões foram destinados para projetos sociais no Estado. A Fundação Terra realiza campanha para informar e sensibilizar doação por meio dessa modalidade

Muita gente não sabe, mas a Lei Federal 8069/90, art. 260 permite a todo contribuinte pessoa física destinar até 6% do valor total do Imposto de Renda (IR) para instituições que desenvolvem atividades com crianças, adolescentes e idosos, como a Fundação Terra. Desde de segunda-feira (2) até o dia 30 de abril, quem for acertar contas com o Leão pode tomar uma atitude solidária e ajudar a fazer o bem. Para despertar essa consciência, a instituição social promove uma campanha cuja proposta é informar e sensibilizar o cidadão a entrar nessa corrente solidária e doar parte do seu IR. E o melhor de tudo é que não precisa pagar mais impostos e nem terá a restituição reduzida.

Segundo a Receita Federal, devido ao desconhecimento, em 2019, apenas 4,9% do potencial de R$ 81 milhões foram doados para projetos de instituições sociais em Pernambuco. "Certamente, se as pessoas tiverem conhecimento que parte do que elas pagam para o Leão pode ser destinada para um projeto social sério e que ajuda a centenas de crianças carentes do Sertão de Pernambuco, elas contribuíram", afirma Chames Balladares, coordenadora de Mobilização de Recursos da Fundação Terra.

Para que o valor seja direcionado para os projetos da Fundação Terra, no momento de informar para qual fundo deseja enviar a doação, o contribuinte deve optar pelo Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FIA) de Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, onde fica localizada a sede da instituição. Posteriormente, os valores doados serão repassados à organização, oferecendo um futuro mais alentador para meninos e meninas carentes.

Aqui no Estado, a Fundação Terra mantém duas escolas e duas creches, atendendo mais de 2.500 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social e pessoal. Lá, a instituição oferece, além da grade formal curricular, atividades extracurriculares como informática, robótica sustentável, inglês, música, judô, jiu-jitsu, xadrez, entre outros.   

Sobre a Fundação Terra
Criada em 1984 pelo padre Airton Freire, a organização surgiu numa área chamada popularmente de Rua do Lixo, em Arcoverde, município do Sertão pernambucano, a 250 quilômetros do Recife. Onde antes estava localizado o lixão do município, hoje há escola, creche, biblioteca, centro especializado em reabilitação, instituição de longa permanência para idosos e várias ações sociais.

Há mais de dez anos, as ações da instituição chegaram também em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (CE), onde está localizada na comunidade do Alto Alegre II. No Ceará, funciona a Creche Pleno Viver e o Centro Esportivo e Cultural Renatus. Em 2016, no Recife, foi aberto o Centro de Apoio aos Moradores de Rua (C Amor), que funciona no Pátio da Santa Cruz, bairro da Boa Vista.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

IVONETE MELO, PRESIDENTE DO SINDICATO DOS ARTISTAS NO ENFRETAMENTO DA PANDEMIA

A SOLIDARIEDADE NO CENTRO DE CRIAÇÃO GALPÃO DAS ARTES DE LIMOEIRO

Exposição digital Quarentena, do Museu da Diversidade Sexual, será inaugurada nesta segunda-feira (25)