Vitoria de Santo Antâo tem dia dedicado a Osman Lins



Vitoria de Santo Antão-PE, vai transpirar Osman Lins, no dia 08 de fevereiro de 2020 sábado ás 19h, no Teatro Silogeu, na Rua João Fernandes Vieira 200, Centro. Nesse dia haverá 04 encenações da obra de Osman Lins, fruto da formação e capacitação da iniciação teatral; Um Olhar Lúdico Sobre a Dramaturgia de Osman Lins.

Vai ser um momento belo onde a cidade receberá Leticia Lins, filha de Osman Lins. Leticia é uma jornalista que já passou por várias redações de jornais locais e do Rio de Janeiro e São Paulo, dona de um belíssimo texto, uma genética do seu pai. Também estarão presentes os filhos, netos e genros e noras de Osman Lins, e os oficineiros e atores da própria cidade de Vitoria de Santo Antão, Camaragibe, Limoeiro e Serra Talhada. Vai ser um momento de pura poesia.

O projeto Formação e Capacitação de Iniciação Teatral, Um Olhar Lúdico sobre a Dramaturgia de Osman Lins, tem o patrocínio e a realização do FUNCULTURA, FUNDARPE, Secretaria de Cultura de Pernambuco, e do governo do Estado de Pernambuco.

iniciação ao teatro para adolescentes e jovens das 4 (quatro) macrorregiões, as cidades contempladas serão: Limoeiro, Camaragibe, Serra Talhada e Vitória de Santo Antão.
Os resultados são os esquetes produzidos em cada cidade citada, cada professor, junto aos alunos se apropriaram de fragmentos do texto dramático ou adaptou alguns contos para cena. Segue as sinopses de cada esquete e os resultados de cada cidade que experimentou um olhar lúdico para a cena a partir dos textos dramáticos ou não do autor Osman Lins.
ESQUETES TEATRAIS:
Serviço I:
Ecos de mim: um exercício lúdico entre personagens e seu dramaturgo
Texto: Osman Lins
Professor de teatro e encenador: Emanuel David D’Lucard
Local: Teatro Silogeu, Rua João Fernandes Vieira, 200. Centro, Vitoria de Santo Antão-PE
Grupo Teatral de Camaragibe
Data: 08 de fevereiro, Sábado
Horário:19h
Censura: livre
Duração:30 min.
Entrada: Gratuita

Partindo da ideia de trazer à cena o foco do projeto, Osman Lins, a perspectiva de se fazer mais conhecido o dramaturgo, que muitas vezes se esconde nas ideias e palavras contidas no texto dramático. Assim a Turma de Camaragibe, reuniu três de seus texto e trouxe o autor para hora dialogar com os personagens, hora assumir a função do personagem, hora, debater o que está sendo visto e vivenciado. E nesse sentido propor uma reflexão sobre o que foi escrito e o quanto das convicções do autor ali se materializam. A compilação dos textos “O Mistério das Figuras de Barro”, “O Romance dos Soldados de Herodes” e “Marcha Fúnebre” promove um debate social e lúdico de questões existentes do meio do século passado, mas que persistem até hoje. Por outro lado, realizar um trabalho na rua, é a possibilidade promover nos alunos-atores vivenciar os exercícios durante o período de quadro meses em que a oficina aconteceu. Esta conclusão é uma culminância do que foi visto, vivenciado e descoberto, numa oficina que promoveu o encontro com o teatro, com a arte a partir do olhar lúdico sobre a vida e o registro do olhar dramatúrgico.
Alunos/atores: Alexandre Inácio da Silva Júnior, Brasilino Santos de Souza, Elyka Ellen Xavier Nunes, Gabriel Alves da Silva, Gilberto Matos de Oliveira, Helder da Silva Lima, Isis Marina Gomes da Silva, Isabelle Regina Soares da Silva, Jonas Barbosa do Nascimento, José Alex de Araújo Dourado, Luis Karlos Rubem Carneiro Cruz, Maria Clara Santos de Farias, Maria da Conceição de Lima Lins, Maria Marli da Silva Carmo, Maria do Socorro Gonçalves da Silvia, Marcos Paulo da Silva Tavares, Paulo Rodrigues dos Santos Neto, Ryan Aguiberto Silva de Azevedo, Vitória Maria da Conceição, Ysolda Cláudia Coutinho, Thallis Ítalo Vieira da Silva, Rubem Pedro de Franca, Dulce Maria Dionísio e Allyson Daniel da Silva Alves.

Serviço II:
Um Conto e um pouco de mim: “Elegíada”
Texto: Osman Lins
Professor de teatro e encenador: Charlon Cabral
Teatro Silogeu, Rua João Fernandes Viera, 200, centro, Vitória de Santo Antão-PE.
Grupo Teatral Limoeiro
Dia/ Data:08 de fevereiro, sábado
Horário: 19:40h
Entrada: Gratuita
Censura: Livre
Duração: 30 min.

André (protagonista da narrativa) vivencia o problema do idoso na sociedade industrializada. A constatação da perda, da solidão. A consciência do estar velho, o “duro silêncio que o imobiliza”, a lembrança de alguém que partiu e deixou suas marcas muito vivas. A dor da velhice, a solidão. A conversa mentalmente com sua esposa morta, durante o velório, confinado na mais pura expressão do discurso interiorizado, no qual se entrelaçam rememorações. Com o tema da velhice, Osman Lins introduz o mundo sensível, a realidade concreta e desnuda o estado emocional e afetivo do protagonista André.
Alunos/atores: Gabriela de Sales Amorim, Anne Sandrelly Teixeira Valois, Maria da Conceição Vicente da Natividade, Wesley Teixeira da Silva, Lucas dos Santos Ferreira, Amanda Souza Silva, Jorge Luiz da Silva Alves, Amanda Nunes Camargo, Maria Jaciara de Freitas , Filipe Diogo França Monteiro, Arthur Magalhães da Silva Ramos, José Deyvison Alves de Souza, Lúcio Mário Ferreira ribeiro Filho, Maria de Fátima Barros, Vera lúcia da Conceição Francisco, Raylanderson Kaio de Santana Silva, Rosineide Oliveira Gouveia, Larissa Eveny da Silva, Lucas Wesley Martins da Silva e Thiago Xavier da Silva.
Serviço: III:
Mistérios das Figuras de Barros
Texto: Osman Lins
Professor de teatro e encenador: Carlos Silva
Grupo Teatral de Serra Talhada.
Dia/Data:08 de fevereiro, sábado.
Horário:20:20h
Censura: Livre
Entrada: Gratuita
Duração:30 min.

A obra dramática de Osman Lins escolhida por Carlos Silva, o orientador/oficineiro da RD Sertão para encenação de encerramento da oficina é: Mistério das Figuras de Barro, que traz três personagens, Damião Luiz, Jerônima e Claraval. Eles encontram-se numa situação embaraçosa, envolvendo insatisfação amorosa, crença e traição. Uma santa, supostamente milagrosa, é encontrada por Claraval ao mergulhar num rio, o que acaba causando grande tumulto e reviravoltas na vila onde se passa a história. Seria aquela santa realmente milagrosa? Usando seu olhar para com dramaturgia de Osman Lins, o texto foi fragmentado em cenas para evolver toda a turma.
Alunos/atores: Maria Dorotéia Nogueira dos Santos, José Humberto Lima de Vasconcelos, Zuleide Vieira de Lima Feitoza, Carlos Eduardo Santos Souza, Weslley dos Santos Lima, Hícaro Diêgo Souza Nogueira, Maria Gorete Lima, Breno Henrique da Silva Tavares, Andreina Gabriela dos Santos Sá, Gilberto Gomes de Lima, Diana Pires F. Lima, Jean Pablo Magalhães, Cinthia kherlly Silva dos Anjos, Antônia Vieira de Lima Teles, João Cléber de Lima Melo, Johnny Anderson de Lima Araújo e Alexandre Melo Souza.
Serviço:  IV:
Lisbela e o Prisioneiro
Texto: Osman Lins
Professor de teatro e encenador: Leonardo Edardna
Grupo Teatral de Vitoria de Santo Antão
Data:08 de fevereiro, Sábado
Horário:20:50h
Entrada: Gratuita
Duração:30 min
Censura: Livre
Leléu e um Prisioneiro esperto, que se apaixona por Lisbela, a jovem filha do tenente Guedes, delegado da cadeia pública de Vitória de Santo Antão-PE O único problema é que Lisbela está de casamento marcado com o jovem Douglas. Será que Leléu irá resolver todos os seus problemas e conseguirá se casar com o amor de sua vida que é Lisbela?
Alunos/atores: Lilian Maria de Oliveira Araújo, Iévely Larissa da S. Santos, Victor Eloy de Sousa Galdino, André Luiz de Albuquerque Alves, Adrielly Alves da Silva, Lucas Cavalcante de oliveira, Ivo Vicente do Nascimento Júnior Emmanuel Artur de Jesus, Karla Morgana Silva Araujo, Welane Gabriely Alves Lima, Tiago Gabriel do Nascimento Gonçalves, Louis Miguel Torres da Silva, Hilton Gabriel Silva de Sena, Diego Wesley Ribeiro dos Santos, Thiago Alves da Silva, Paulo César Barbosa de Brito Filho, Leandro Alves da silva, Antônio Manoel Cavalcante, Laura Beatriz Ferreira Torres Lins, Kauan Soares e Thomas Santiago.
FICHA TÉCNICA GERAL:
Geraldo Cosmo.................................................................Produção Executiva/Elaboração do Projeto
Patrícia Assunção....................................................Coordenação Pedagógica/Assistente de Produção
Mariá Siqueira.................................................................................Consultora Literária – Osman Lins
Charlon Cabral.......................................................................................Professor de teatro (Limoeiro)
Carlos Silva.....................................................................................Professor de teatro (Serra Talhada)
Leonardo Edardna............................................................Professor de teatro (Vitória de Santo Antão)
Emanuel David D’Lucard...................................................................Professor de teatro (Camaragibe)
Leonardo Ramos.....................................................................................................Interprete de Libras
Everes Oliveira ...........................................................................................................Designer Gráfico
Clã .................................................................................Fotógrafo/Câmera Man
Pedro Dias....................................................Divulgação/Assessor de Imprensa
H2T Epreendimentos – Hypólito Patzdorf.............................Administração do Projeto
Oficina da Comunicação (Marcelo Bonfim) .....................................Locação de equipamentos de luz/som
Josinaldo Alves........................................................................Contrarregra
Gilvan Mota..................................................................................Produção Local da Mata Sul


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Artistas Digitais: Laís Xavier

Bairro da Várzea da exemplo de solidariedade durante a pandemia do Covid-19

Mais de 260 filmes Pernambucanos gratuitos para assistir em casa