Troça Coroas de Aço comemora hoje dez anos



arte de Jorhe Hopper

Conforme texto de Beto Azoubel, a Troça Coroas de Aço comemora seu primeiro decênio: “E assim se passaram dez anos”... toda contagem de década me faz rememorar o bolero do porto-riquenho Rafael Hernandez, eternizado no patropi pela voz de Emilinha Borba. Parece que foi ontem que, ao passar por aquele terreiro sombreado do aprazível bairro do Hipódromo, pensamos em uníssono: acolheria uma bela patuscada.  Daí à troça inoxidável foi um passo.
A ideia: reunir amigos resistentes à força indomável do calendário e à cachaça, num cordão carnavalesco cujas únicas credenciais fossem a esculhambação e a cor prata (remetendo ao tipo ferro que intitula a nossa agremiação) – nesses quesitos, queiram ou não queiram os juízes (e os juízos), o Coroas de Aço Inox é de fato campeão.

E se aqui estamos mencionando essa canção, isso se deve à força e colaboração dos que aqui passaram e dos que aqui estão. Salves e infinitos brindes a todos! Que vivamos 200 anos e sem deixarmos de brilhar jamais! Merecemos. Atualizamos, Oh Abelha Rainha, “Recife manhã de sol” e desde 2011 vemos a Mauricéia cada vez maisprateada.

Neste dia 9 defevereiro, dia do frevo e efeméride do nosso decênio, parafrasearemos o grandepoeta da cidade e, alterando a cor da palheta das tintas, pintaremos de pratanossos sapatos para vestirmos nossos gestos mais insensatos”.
Programação · Domingo, 9 de fevereiro de 2020
12:00
Clarins de Momo
15:00
Orquestra Alvorada

18:00
Banda de Frevo Elétrica Quero Ver Quem Vai
20:00
DJ Paulinho Vintage
Concentração: Bar do Jabuti
Rua Dona Luiza Guerra. Hipódromo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bairro da Várzea da exemplo de solidariedade durante a pandemia do Covid-19

Artistas Digitais: Ivyson

HOJE TEM CANTO DE CASA