ÚLTIMOS DIAS DA EXPOSIÇÃO SOBRE ALCEU VALENÇA NO MUSEU DO ESTADO

Foto: Bruna Andrade

Exposição biográfica sobre o músico pernambucano encerra amanhã (04). 

Esta semana o público terá a última oportunidade de conferir a exposição “A Energia Dos Doidos Motor da Imaginação”,que retrata a trajetória de vida e carreira do pernambucano Alceu Valença. O finissage da mostra, em cartaz no Museu do Estado de Pernambuco está marcado para acontecer no próximo sábado (04/01), das 14h, às 18h. 

A grande novidade é que algumas das peças expostas serão disponibilizadas para venda. A renda será destinada à Associação Tereza Miranda, que trabalha com resgate de animais em Paulista – PE, a Viva Bicho, em Santos – SP e Associação Amigos do Museu do Estado de Pernambuco. Entre as peças, acervos raros com discos do músico, telas colorizadas, brinquedos e traquitanas e até a famosa Luneta do Tempo.

Tributo a pluralidade de Alceu, que é considerando um dos mais importantes nomes da música popular brasileira, a expo narra a vida do músico a partir de pinturas, cinema, instalações interativas e objetos eletrônicos. “O universo de Alceu Valença é cheio do simples em sua complexidade. A exposição foi pensada para representar a inquietude e versatilidade desse grande artista”, revela Rose Pepe, curadora da mostra.
Entre as obras, destaca-se a instalação “Linha do Tempo”, na qual é possível ouvir por meio de audiodescrição em um headphone, histórias contadas por Alceu. Outro ponto alto da mostra é a “Luneta do Tempo”, equipamento interativo audiovisual que brinca com o primeiro filme produzido pelo artista. 
Preocupada com todas as dimensões artísticas de Alceu, seja nas canções, na literatura ou no cinema, a exposição transforma cada vertente do pernambucano em um verdadeiro espetáculo, que permite inúmeras interpretações ao observador.
Com quase 50 anos de carreira, Alceu Valença é um dos mais celebrados artistas do país. Dono de canções emblemáticas que marcam diferentes gerações, à exemplo de “Anunciação”“Tropicana”, “Pelas ruas que andei”“La belle de Jour” e diversas outras, o artista de 73 anos arrasta multidões e corações com frevos, cocos e cirandas, que misturadas ao rock, guitarras, baixo e sintetizadores eletrônicos, formam um estilo único que representa o Brasil e toda a essência e regionalidade do Nordeste.

SERVIÇO
Encerramento da Exposição Alceu Valença
Neste sábado (04/01/20), das 14 às 18h, no Museu do Estado de Pernambuco, Avenida Rui Barbosa, 960 – Graças, Recife
Entrada: Gratuita
Visitação: De terça a sexta-feira, das 9h às 17h e das 14h às 18h neste sábado
Informações: (81) 3184-3170
Assessoria de Imprensa:
Mexe Mexe Comunicação
Luma Araujo – (81) 9 8532.6635       

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Artistas Digitais: Laís Xavier

Bairro da Várzea da exemplo de solidariedade durante a pandemia do Covid-19

Mais de 260 filmes Pernambucanos gratuitos para assistir em casa