Hoje tem música experimental no Café Cartum no Derby



A partir das 19hs você será provocado a vivenciar um som misturado de talentos, numa conexão entre Recife, Natal e João Pessoa. Todo esse leque vai embalar a noite desta sexta-feira no Café Cartum, no Derby, um dos mais novos espaços culturais da cidade. Um show de música experimental sob a batuta de Publius, cantautor e músico, poeta, que convida para se apresentar na Casa do Derby/Café Cartum, Joana Knobbe, Duo Pedrada e participação especial de Marcello Rangel.

Cantor, compositor e músico recifense, Publius é um nome frequente nos palcos pernambucanos.  Ele imprimiu sua marca em trabalhos com o Azabumba, Rabecado e Baião Polinário. O disco “Solo”, de 2012, por exemplo, já trazia influências sonoras dos anos 70 com seus tons progressivos, bem como da música nordestina e brasileira.


Joana Knobbe é cantora e compositora, além de in´terprete-criadora em dança e teatro. Paulista mas criada em natal/RN, com passagem por Florianópolis, traz uma vida artística marcada pela diversidade e suas fusões (im)possíveis e assim, desde a adolescência experimentou  a fusão tipo “psyco-mangue-rock” mas também entrou em contato com a dita música formal e com as complexidades da bossa e do jazz.

O Duo Pedrada, com  Pedro Índio e Pedro Medeiros, já possuem longa estrada de convivência, nos cantos de João Pessoa, na Paraíba.
Atualmente eles têm carreiras individuais e o Duo Pedrada existe como um projeto paralelo, que tem canções próprias e que no momento as apresentações do Duo funcionam, num estilo "violão nas costas pé na estrada", onde os arranjos das músicas são feitos quase que na hora e a cada show eles tocam de uma forma diferente, ou seja, cada apresentação se torna uma experiência única, tanto para quem assiste quanto para os cantores que inovam a cada apresentação.


Marcello Rangel iniciou no mundo da música com a banda autoral Araçá Blú, premiada em alguns festivais. Pós graduado em cinema pela UNICAP, a música dele compôs a trilha sonora do curta João Heleno dos Britos, do Pernambucano Neco Tabosa, em 2015 se apresentou como canto-autor e hoje integra a formação da movimentação de artistas pernambucanos Reverbo com direção musical de Juliano Holanda, com quem também divide composições, além de outros nomes como PC Silva e Thiago Martins. As suas vivências com o mundo do teatro, o levou, por exemplo, a criar para palcos do teatro com o espetáculo ‘Quanto mais eu vou, eu fico’.

Café Cartum
Praça do Derby, 109. Recife
19hs
Couvert: R$ 10

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

IVONETE MELO, PRESIDENTE DO SINDICATO DOS ARTISTAS NO ENFRETAMENTO DA PANDEMIA

A SOLIDARIEDADE NO CENTRO DE CRIAÇÃO GALPÃO DAS ARTES DE LIMOEIRO

Exposição digital Quarentena, do Museu da Diversidade Sexual, será inaugurada nesta segunda-feira (25)