Com Arnaldo Antunes, Alceu Valença e Almério, Festival Arte na Usina chega à 5ª edição

Bruno Lins e Banda de Pífano Zé do Estado

Com grande elenco de artistas e sob o tema “A Arte Conecta”, evento traz ampla programação gratuita, entre 8 e 16 de novembro, na Usina Santa Terezinha

Palco da maior produção de álcool e açúcar do País nos anos 1950, a Usina Santa Terezinha, na Mata Sul do Estado, é hoje um celeiro de arte. Ponto alto desse movimento - que recoloca a comunidade da antiga Vila Operária de Santa Terezinha em marcha socioeconômica pelos vetores da cultura, turismo e educação - o festival chega à 5ª edição (Safra 2019), entre 8 e 16 de novembro, em Água Preta, com o tema “A Arte Conecta”. Durante nove dias de atividades, o evento celebrará a vocação da arte em construir conexões, ligar pessoas e transpor barreiras simbólicas e materiais.

Sob curadoria dos artistas plásticos Fábio Delduque (SP) e José Rufino (PB), e produção com assinatura de André Brasileiro, a Safra 2019 chega com programação robusta, e totalmente gratuita, que reúne apresentações musicais de nomes regionais e nacionais, mais de 15 oficinas, exposições, performances e circuito cultural no Parque Artístico-Botânico da Usina, que abriga mais de 15 obras e instalações de arte contemporânea em diálogo com cerca de 5 mil plantas de mais de 300 espécies em uma área de 29 hectares.

Em grande estilo, a abertura do Festival Arte na Usina – Safra 2019 acontece na sexta-feira (8/11), com shows de Alceu Valença e Bruno Lins (junto à Fim de Feira e Banda Zé do Estado e participação especial de Adiel Luna). O line-up da programação musical do evento ainda traz Arnaldo Antunes, Mariana Aydar, Almério, Santanna “o cantador, Isadora Melo, Adiel Luna, Martins, DJ 440, DJ Dolores, Amaro Freitas, Lívia Nestrovski e Fred Ferreira.

Entre os destaques das artes visuais, o térreo da Biblioteca receberá a exposição “Poema Vive Processo”, de curadoria do artista José Rufino - na programação, o paraibano ainda lançará o livro Mosto, que faz uma simbiose entre textos e fotos (produzidas na Usina) em torno de cana-de-açúcar. Já o artista plástico cubano Carlos Garacoia apresentará o seu “Jardim Frágil”, projeto desenvolvido para o Parque Artístico-Botânico. O espaço ainda recebe a exposição “Nheê Nheê Nheê”, do artista Márcio Almeida. Na Vila de Santa Terezinha, o Alquimia Café abrigará a mostra “Hipocondríacos” da fotógrafa e artista Piera Lobo. No campo das performances, o Festival receberá uma apresentação da alagoana Vera Gamma no Jardim Botânico e um show de Lívia Nestrovski e Fred Ferreira dentro da obra “Átrio”.

Oficinas
Outro carro-chefe do festival, as oficinas propõem momentos de vivências e formação a partir de práticas com nomes importantes do cenário artístico regional e nacional. Elas contemplam o público visitante e também destinam vagas exclusivas para alunos e professores da rede pública de ensino da região. Das que estão abertas às inscrições, figura “Memória e Escrita”, facilitada pela fotógrafa Carol Pires e por Ana Holanda, editora-chefe da revista Vida Simples. Os encontros irão propor um resgate da história e das narrativas de vida de cada participante, por meio de elementos da oralidade, da fotografia e da escrita.

Durante os dias de festival, cinema, grafite, robótica, dança e tecido ganham evidência com nomes como Maria Eduarda Andrade, Raoni Assis, Camila Leão Fábio Delduque, projeto MeMaker e Grupo Experimental de Dança Contemporânea do Recife, que trabalhará o projeto Usina do Corpo. Já nos dias 15 e 16 de novembro, Lívia Nestrovski apresentará sua oficina de canto e improvisação vocal, na qual os participantes serão convidados a investigar suas potências criativas explorando técnicas e linguagens de improvisação vocal.

Na área de moda, o destaque será a vivência criativa Papangus, La Ursas e Caretas, na qual as três figuras tradicionais da folia pernambucana serão ponto de partida para a criação de looks associados às nossas expressões identitárias. O encontro terá a mediação do estilista Dudu Bertholini e da figurinista Xuruca Pacheco, com participação especial do fotógrafo Nicolas Gondim. Contemplando a pintura, Leda Catunda, um dos mais sonantes nomes da terceira arte no Brasil, oferecerá oficinas para crianças e adultos.

O Festival Arte na Usina é uma realização do Usina de Arte em parceria com Arte Serrinha, com patrocínio da Copergás e apoio do Consulado da Áustria, Prefeitura do Recife, Sebrae, Stampa, Museu de Arte Aloísio Magalhães e Globo Nordeste.

Desenvolvimento socioeconômico
Dentre as ações promovidas pelo Usina de Arte ao longo do ano, está estímulo ao empreendedorismo da região, que recebeu consultorias e qualificações para de mais de 100 moradores da antiga vila operária da Usina. Destacam-se os empreendedores do segmento de alimentação, que se desenvolveram bastante a partir das intervenções das capacitações, como também o agricultor familiar. Hoje, o entorno da Usina Santa Terezinha conta com seis operações de alimentação: os restaurantes Mandacaru Abacate (que também tem pousada); Capim de Cheiro, Alquimia Café, Ró Lanches, Jardim Botânico (que também tem camping) e a Pizzaria Estação dos Sabores.

Além da pousada Mandacaru Abacate e do camping do Jardim Botânico, estão entre as opções de hospedagem as do tipo domiciliar, na qual moradores residentes na vila da Usina alugam quartos e casas para os visitantes. O processo de aluguel dos leitos e residências é articulado diretamente entre hóspede e locatário, mediado pela corretora Rita de Cácia (81. 9.8156.9990 e 3693.2170).

“Procuramos fazer com que o Festival seja um momento de criar as estruturas para a geração de renda e valor para a comunidade. Os moradores hospedam os visitantes em suas próprias casas, são capacitados, vendem artesanato e alimentação no evento e participam da imersão no processo artístico. É um momento importante para a autoestima, para o pertencimento e para as perspectivas de futuro dos habitantes locais”, comenta Bruna Pessoa de Queiroz, nome à frente da Usina de Arte.

Sobre o Usina de Arte
Desativada há mais de 20 anos para a moagem de cana-de-açúcar, a Usina Santa Terezinha e todo o seu entorno vêm sendo transformados por meio da arte com o projeto que desde 2015 traz movimentação cultural para a região. Além do Parque Artístico-Botânico, o Usina de Arte conta com escola de música fixa, biblioteca e centro de conhecimento, promove programa de oficinas e residências artísticas, mostras e conta com obras de grandes artistas brasileiros instaladas no jardim botânico da propriedade. Gerido pela Associação Sociocultural Ambiental Jacuípe, a iniciativa beneficia direta e indiretamente mais de 5 mil moradores da antiga vila operária da Usina.

Programação de shows:
Sexta-feira - 08 novembro
20h – Abertura do Festival
21h - Bruno Lins, Fim de Feira e
Banda Zé do Estado
22h30 – Alceu Valença
Sábado - 09 novembro
21h – Amaro Freitas – Rasif
23h – DJ Dolores e Banda
Domingo- 10 novembro
21h – Isadora Melo
23h – Adiel Luna
Quarta-feira - 13 novembro
17h – Aula Espetáculo – Bruno Lins
Local: Escola João Vicente
Quinta-feira - 14 novembro
17h – Performance Vera Gamma
Local: Casa Imaginária/Jardim Botânico
21:00h – Santana, o cantador
23h – DJ 440
Sexta-feira - 15 novembro
16h – Espetáculo Usina do Corpo
Local: Jardim Botânico
17h – Apresentação do Projeto de Carlos Garaicoa
Local: Casa da Rádio
21:00h – Martins
23h – Arnaldo Antunes
Sábado - 16 novembro
17h – Lívia Nestrovski e Fred
Local:  Casa imaginária
21:00h – Almério
23h – Mariana Aydar

Obras do Jardim Botânico da Usina de Arte:

01 - TEMPO, TEMPLO
Artista: Bené Fonteles

02 - BRASIL 2017
Artista: Paulo Bruscky
    
03 - MOBILIÁRIOS ARTISTÍCOS
Artista: Hugo França

04 - ÁRVORE GEOMETRIZADA
Artista: Hugo França

05 - HANGAR JOSÉ RUFINO
Exposição permanente do artista - obras diversas
Artista: José Rufino
  
06 - MOMENT CATCH
Artista: Joan Barrantes

07 - TINHA QUE ACONTECER, CABEÇA DE BANDEIRANTE
Artista: Flávio Cerqueira

08 - EREMITÉRIO TROPICAL
Artista: Márcio Almeida

09 - CABANOS EM ÁGUA PRETA
Artista: Liliane Dardot

10 - TIUMMMMTICHAMM
Artista: José Spaniol

11 - ÁTRIO
Artista: Marcelo Silveira

12 - DATA VENIA
Artista: Ricardo Pessôa

13 - RÁDIO CATIMBÓ
Artista: Paulo Meira

14 – ARENA
Vanderley Lopes
  
15 - CASA IMAGINÁRIA
Artista: Ricardo Pessôa

16 - JARDIM FRÁGIL
em fase de projeto
Artista: Carlos Garaicoa

17 - DIVA
em fase de implantação
Artista: Juliana Notari
  
18 - A PARTE DA TERRA
em fase de projeto
Artista: Lais Myrrha

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bairro da Várzea da exemplo de solidariedade durante a pandemia do Covid-19

HOJE TEM CANTO DE CASA

Artistas Digitais: Ivyson