Outros Ares no Quartas da Dança


Nos próximos dias 11, 18 e 25 de setembro, a companhia apresenta o espetáculo Sulear no Teatro Barreto Júnior, com 90% da bilheteria revertida para o grupo, de acordo com as regras do projeto de incentivo à dança, mantido pela Prefeitura do Recife

Em cartaz desde maio no Teatro Barreto Júnior, o Projeto Quartas da Dança, realizado pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife, apresenta, hoje (11) e nos próximos dias 18 e 25, às 20h, o espetáculo Sulear, da Outros Ares Cia de Dança.

O espetáculo promove o diálogo com paradigmas alternativos referentes aos corpos e suas geografias. Repensando e reestruturando as fronteiras do humano, na elevação do pensamento e da linguagem expressiva como força motriz comunicativa, Sulear é uma busca na reivindicação da emancipação social de transgredir o sistema que impera no mundo, invertendo os polos e os pontos, as rotas e as retas e ampliando as possibilidades de caminhos a seguir.

Direção Geral, Produção, Concepção e Coreografias são de Allan Delmiro e Manuella Freitas, que também são os intérpretes. A Direção Artística é de Manuella Freitas. Iluminação, Cenário e Figurinos levam, respectivamente, as assinaturas de: Art’Luz, Fábio Barbosa e Ateliê Roupa de Palcos.

Os ingressos custam R$ 20 e serão vendidos nos dias de espetáculo, na bilheteria do teatro.

Até o final de novembro, o Teatro Barreto Júnior recebe outros três espetáculos, da Cia Nós e a Dança, Grupo Destramelar e Cia de Arte da Cidade Alta.

O objetivo do Quartas da Dança é assegurar palco e formar público para a dança na cidade, disponibilizando a pauta o Teatro Barreto Júnior com condições facilitadas para grupos, companhias e artistas independentes. Os grupos terão direito à bilheteria das apresentações, pagando apenas 10% da arrecadação pela ocupação do teatro.
Confira a programação completa:

Quartas da Dança 2019

Setembro
Dias 11, 18 e 25 - Sulear, da Outros Ares Cia de Dança, às 20h 
Outubro
Dias 2, 9, 23 e 30 - Mandala, sob o olhar do mestre, da Cia Nós e a Dança, às 20h
Novembro
Dias 6 e 13 - DNA Destramelar, do Grupo Destramelar, às 20h
Dias 20 e 27 – Memória da Família Pernambucana, da Cia de Arte da Cidade Alta, às 20h

Informações: 3355-3137

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Artistas Digitais: Laís Xavier

Bairro da Várzea da exemplo de solidariedade durante a pandemia do Covid-19

Mais de 260 filmes Pernambucanos gratuitos para assistir em casa