Fernando Mendes relembra sucessos dos anos 70 na Zona Sul do Recife


 
Fernando Mendes - Divulgação
O artista se destacou com a música Cadeira de Rodas, que vendeu mais de um milhão de cópias, sendo executada nas rádios de todo o país

A carreira de Fernando Mendes começou ao mesmo tempo com a de José Augusto, com quem compôs e gravou algumas canções. Compositor de sucessos como “Você não me ensinou a te esquecer”, “A Desconhecida” e “Cadeira de Rodas, o artista mineiro chega ao Manhattan Café Theatro para duas noites de muito romantismo e nostalgia, nesta sexta-feira (13) e sábado (14), a partir das 21h. A abertura fica por conta dos tradicionais Garçons Cantores.

A canção "A Desconhecida", composta em parceria com Fernando Augusto , chegou às paradas de todo o país, e 400 mil compactos e 60 mil discos foram vendidos. Ela foi regravada anos depois pelo funkeiro Mister Mu, no início da década de 1990, e pelo cantor Leonardo em 2004, sendo uma das mais tocadas da época, tornando o cantor conhecido em todo o Brasil. A música "Recordações", também presente no primeiro disco, foi o segundo sucesso de sua carreira. Transformado numa espécie de ídolo das massas populares o artista teve seu segundo LP lançado no final de 1974 voltando a repetir o feito dos anteriores com a música “Ontem, Hoje, Amanhã”.

Fernando Mendes chegou ao auge de sua carreira em 1975 quando seu terceiro LP apresentou a faixa Cadeira de Rodas tendo alcançado a vendagem de mais de 250 mil LPs vendidos em poucos meses, rendendo-lhe vários prêmios, inclusive o disco de ouro. O ano de 1976 trouxe mais dois sucessos à carreira do cantor: A Menina da Calçada e Sorte Tem Quem Acredita Nela, que teve os arranjos de Hugo Bellard e foi tema da novela Duas Vidas exibida pela Rede Globo.

A "volta" de Fernando Mendes ao cenário musical se deu com a regravação de Você não Me Ensinou a Te Esquecer, por Caetano Veloso para a trilha sonora do filme Lisbela e o Prisioneiro.[8] A regravação rendeu uma redescoberta do compositor e cantor mineiro, que teve uma coletânea lançada pela Som Livre. A mesma música foi regravada também por Bruno e Marrone, Chrystian & Ralf e outros. Devido ao grande sucesso a canção romântica recebeu prêmios da ABPD (Associação Brasileira de Produtores de Discos) e o "Prêmio Villa Lobos" como o disco mais vendido. A canção também foi indicada ao Grammy Latino 2004.

Com  repertório  composto por trilhas sonoras de filmes e musicais da Broadway, também contando com música brasileira, além de óperas famosas, música latina, francesa, italiana e músicas interpretadas por grandes nomes, como Elvis Presley, Frank Sinatram, Barbara Streisano, os tradicionais Garçons Cantores do Manhattan abrem o espetáculo com músicas em forma de solo, duetos e números de coro.

Inovador, o Manhattan Café Theatro reúne em um mesmo ambiente, música de qualidade e uma boa gastronomia, promovendo o encontro de pessoas que, além de se divertir com a família e amigos, dispõem de uma opção de entretenimento nas noites recifenses. O Manhattan Café Teatro fica na Rua Francisco da Cunha, 881, Boa Viagem.  O couvert artístico custa R$ 100.

Serviço:
Fernando Mendes No Manhattan
Onde: Manhattan Café Theatro (Rua Francisco Cunha, 881, Boa Viagem – Recife/PE)
Quando: Sexta e sábado, 13 e 14 de setembro de 2019
Horário: 21h
Couvert: R$ 100
Informações: 3325. 3372 (manhattancafetheatro.com.br)


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Artistas Digitais: Laís Xavier

Bairro da Várzea da exemplo de solidariedade durante a pandemia do Covid-19

Mais de 260 filmes Pernambucanos gratuitos para assistir em casa