quinta-feira, 22 de junho de 2017

Último fim de semana do Trem do Forró

Foto: Divulgação
Uma das atrações mais tradicionais do São João de Pernambuco, o Trem do Forró, comemorou 27 anos em 2017. Zabumba, triângulo e sanfona comandaram a animação de centenas de passageiros ao longo das últimas semanas. São 84 km, em um trajeto que segue do Recife ao Cabo de Santo Agostinho (ida e volta), com muito xote, baião e o autêntico forró pé-de-serra.  O passeio acontecerá ainda nos dias 24 e 25, sábado e domingo. " É muita emoção chegar ao vigésimo sétimo ano do trem, comprovando mais uma vez, que, o que as pessoas querem mesmo, é o verdadeiro forró pé-de-serra. Não podemos deixar nossa cultura acabar, seja no chão batido ou em cima dos trilhos" Comemora Anderson Pacheco, criador do Trem do Forró. Os últimos ingressos podem ser adquiridos no www.tremdoforro.com.br ou na sede da Serrambi Turismo.


A concentração do Trem do Forró é realizada no pátio da Transnordestina Logística, ao lado do Bar Catamarã, próximo ao Forte das Cinco Pontas, no bairro de São José, área central do Recife, a partir das 14h30. No local, o público contará com estrutura especialmente montada para a atração com feira de artesanato, comidas típicas, sanfoneiro, quadrilha junina e muita animação. A partir das 16h a festa ganha os trilhos e segue com destino ao Cabo de Santo Agostinho. Dentro do trem, os forrozeiros vão encontrar vagões ornamentados, cada um com um trio de forró pé-de-serra, serviço de bar e segurança. A atração conta com dez vagões, além de dois vagões de apoio, com banheiros e atendimento de primeiros socorros.

Na chegada ao Cabo, o público será recebido por uma quadrilha junina. Na Estação do Forró, haverá barracas de comidas típicas e venda de artesanato, além de um palco central para apresentações culturais. E para quem acha que a festa acabou por aí, se engana. Os forrozeiros seguem em ritmo de festa na volta para o Recife.

O Trem do Forró é promovido pela Serrambi Turismo em parceria com o setor público e privado. O evento recebe passageiros de todo Brasil, sendo 30% formado por turistas de várias partes do país. Os grupos mais tradicionais são de estados como Bahia, Rio Grande do Norte, São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro. A demanda de público vai gerar aproximadamente 150 empregos diretos e 100 indiretos, além de incrementar aproximadamente R$ 1,2 mi na economia do Cabo de Santo de Agostinho e no Recife.

INGRESSO - Para garantir a participação no evento, que tem um público médio de mil pessoas por viagem, basta adquirir o ingresso pelo site www.tremdoforro.com.br ou na sede da agência Serrambi Turismo, localizada na Rua da Amizade, 38, no bairro das Graças. Os kits, que dão direito à ida e volta, camisa e pulseira de identificação, podem ser obtidos por meio de boleto ou cartão de crédito. A viagem do dia 17 já está com bilhetes esgotados.  Para o dia 18 de junho, eles saem a R$ 110 por pessoa; já para a saída do dia 25, o valor é de R$ 130 cada. Para o dia 24, o ingresso custa R$ 140. Além das vendas individuais, a organização do Trem do Forró possui pacotes especiais para grupos turísticos e empresas, que aproveitam a atração para realização de festas corporativas, confraternizações ou campanhas de incentivo.

MANUTENÇÃO - Para colocar o Trem do Forró nos trilhos, o empresário e idealizador do projeto, Anderson Pacheco, comanda um processo de recuperação dos equipamentos. A manutenção inclui limpeza, pintura, capinação e recuperação dos trilhos, o que representa um investimento de aproximadamente R$ 250 mil. “Os vagões usados pelo trem já não estão mais em operação, ou seja, são utilizados somente durante o evento. Para mantê-los aptos para as viagens, precisamos fazer a manutenção dos equipamentos, tarefa essa que se inicia com oito meses de antecedência", explica Anderson Pacheco. O empresário ressalta ainda que desde o ano passado os vagões contam com iluminação de LED, projeto que será ampliado para a temporada 2017.

HISTÓRIA – Em 27 anos, o Trem do Forró já atraiu mais de 200 mil pessoas. Somados, a atração contabiliza, cerca de mil horas em 200 dias apresentando as tradições da cultura nordestina para turistas e visitantes. O primeiro passeio aconteceu em 1991, quando um grupo de servidores estaduais resolveu criar uma opção diferente de festa para o período junino: um trem que os levasse até a capital do Forró. O trem, uma das iniciativas do programa Pro-Lazer, saía do Recife a Caruaru e depois voltava à capital, transportando cerca de 60 passageiros, ao som de uma banda de pífanos e forrozeiros. Mesmo com a extinção do Pró Lazer, o proprietário da Serrambi Turismo, Anderson Pacheco, que também foi diretor do programa, deu continuidade ao trem, transformando-o em evento turístico.

SERVIÇO
TREM DO FORRÓ 2017
Data:  24 e 25 de junho
Trajeto: Recife - Cabo de Santo Agostinho - Recife
Horário: concentração a partir das 14h30, no pátio da Transnordestina Logística (ao lado do Forte das Cinco Pontas)
Horário de Partida: 16h
Ingressos: entre R$ 110 e R$ 140
Onde adquirir: www.tremdoforro.com.br ou na sede da Serrambi Turismo (Rua da Amizade, 38 – Graças).
Informações: (81) 3423.5000


Nenhum comentário:

Postar um comentário