quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Orquestra Contemporânea de Olinda encerra turnê “BOMFIM” no Paço do Frevo



Apresentação homenageia o Maestro Ivan do Espírito Santo, General do Frevo de Pernambuco. Show acontece no dia 29/01/17 (domingo), com patrocínio da Petrobras

A Orquestra Contemporânea de Olinda (OCO) encerra a turnê do disco “Bomfim” homenageando um dos seus integrantes: o Maestro Ivan do Espírito Santo, considerado o General do Frevo de Pernambuco. E para fechar o circuito de shows oficiais da turnê patrocinada pela Petrobras, a OCO escolheu o Paço do Frevo (Praça do Arsenal, Recife Antigo), local responsável por salvaguardar e valorizar o ritmo que é uma das principais tradições culturais brasileiras e um dos pilares da existência da banda.  A apresentação será no dia 29/01/17 (domingo), 16h. Os ingressos custam R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia) e dão direito à visitação ao acervo do Paço do Frevo e à apresentação da OCO. As entradas serão vendidas apenas no dia do show, a partir das 14h, no local. 


Dançante, envolvente e cosmopolita, “Bomfim” teve a sua produção, lançamento e turnê patrocinados pela Petrobras. O tour oficial iniciado em 2015, e que será encerrado no Recife, já passou por cidades de todas as regiões do país: Manaus, Belém, João Pessoa, Aracaju, Maceió, Fortaleza, Curitiba, Rio de Janeiro, São Paulo, Florianópolis, Porto Alegre, Brasília, Goiânia, Natal, Olinda, Salvador, Belo Horizonte e Niterói. 

Totalmente autoral, “Bomfim” é um disco que poderia chamar-se Guadalupe, Cariri, Bonsucesso, Maruim... Toda Olinda lá de baixo, às margens do Sítio Histórico, descreveria bem a essência do terceiro álbum de carreira da OCO. Neste trabalho, a banda, que desde 2008 trilha um caminho crescente no cenário da música brasileira, volta confortável para casa. O bom fim de um ciclo criativo para um recomeço, com tudo de melhor que a palavra traz. 
Trajetória – Com o primeiro disco, homônimo, lançado em 2008 (Som Livre), a OCOconquistou indicações ao Prêmio da Música Brasileira (2009), Grammy latino (2010), teve o show considerado um dos melhores de 2009 pelo Jornal O Globo e ganhou meia página do The New York Times pela apresentação feita no Lincoln Center (NY), em 2010, na primeira turnê pelos EUA. Em 2012, a OCO lançou o elogiado disco “Pra ficar”, que teve como produtor musical o conceituado Arto Lindsay.

No fim de 2013, a OCO apresentou showcase na WOMEX, maior feira de música do mundo, o que garantiu a 4ª turnê internacional do grupo. Em 2014, a OCO circulou por todas as regiões brasileiras. Apresentou-se em grandes festivais, como o Se Rasgum (PA) e o Psicodália (SC); levou o público para ferver em praças públicas, como na acolhedora Pirenópolis (GO) e em Brasília. Fez shows históricos em Salvador, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória, São Paulo e Florianópolis. Encerrou a turnê do álbum “Pra Ficar” numa emocionante apresentação com lotação máxima no centenário Teatro de Santa Isabel, no Recife. 

Serviço:
Orquestra Contemporânea de Olinda encerra turnê “BOMFIM” no Recife
29/01/17 (domingo), 16h
Paço do Frevo
Praça do Arsenal da Marinha, S/N, Bairro do Recife
R$ 8 e R$ 4 (meia)
Capacidade: 150 pessoas
Informações sobre a OCO: http://orquestraolinda.com.br



Nenhum comentário:

Postar um comentário