quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Resgate da cultura nordesina e nortista permeiam programação da Feira do Livro que começa nesta quarta (30)

Em Canto e Poesia fará apresentação nesta quinta (1) | Foto: Divulgação
O grupo Em Canto e Poesia, de São José do Egito, Sertão do Pajeú, que resgata a cantoria do avô Lourival, ganhará destaque na programação da Semana do Livro de Pernambuco, que acontece desta quarta (30 /11) até domingo (4/12), das 14h às 20h, no Museu do Estado. Realizada pela Cia de Eventos e a Ideação, a Semana do Livro de Pernambuco oferece cerca de 40 atividades variadas numa ambiência literária e cultural agregando diversas ações que se pautam nessas distintas vertentes que expressam a força das letras e da leitura na atualidade.  A programação completa está disponível no site www.semanadolivrodepernambuco.com.br .

A programação inclui a presença de nomes nacionais como a pesquisadora e escritora Elvira Vigna, o jornalista e autor premiado com o Jabuti José Castello, o escritor e cientista político paulista Bernardo Kucinski e a tradutora e escritora Ivone Benedetti, autora de “Cabo de guerra” (Boitempo) que entram com discussões sobre os novos olhares e pensamentos da política e sociedade hoje. Nomes locais também brilham assim como os escritores nacionais como Raimundo Carrero, Sidney Nicéas, Carla Denise, Valdir Oliveira, Sidney Rocha e Silvério Pessoa que trazem seus novos trabalhos na forma de lançamentos, bate-papos e intervenções com o público. 
A apresentação musical da abertura fica a cargo do Em Canto e Poesia, às 20h, no Palco do Espaço Livro Aberto, trazendo toda a riqueza deste trabalho que resgata a cantoria de grandes nomes brasileiros como o do avô, Louro do Pajeú, e de figuras míticas que marcaram história na região e levaram a arte de versar improvisado a um patamar superior como no caso de Biu de Crisanto, Zé de Cazuza, Rogaciano Leite, Manoel Filó, João Batista de Siqueira (Cancão), Antônio Marinho, Jó Patriota, Zé Marcolino e Dedé Monteiro. “O Em Canto e Poesia é formado por três irmãos poetas que continuam levando a tradição daqueles que representaram nossa cultural por todo Brasil em um show voltado a música e poesia”, adianta o produtor do grupo, Amaro Filho. 

Apresentando-se de Norte a Sul do país, o Em Canto e Poesia - formado por Antonio, Greg e Miguel Marinho - já consagrou o seu trabalho que reúne poesia de viola, frevo e música urbana contemporânea nos palcos nacionais e nas principais festividades públicas como o Carnaval do Recife (2015 e 2016), em momentos épicos que talvez só possam ser entendidos em edição gravada em DVD no Teatro de Santa Isabel, este ano. Mas, a interpretação de cultural peculiares e dança musicada também estão no tom da agenda da Semana do Livro de Pernambuco com a apresentação do Grupo Cacuriá de Dona Teté, personalidade maranhense reconhecida por seu trabalho parecido com o da pernambucana Dona Selma do Coco,também na quinta (01), às 18h45. Seguindo a tradição da rezadeira e caixeira Almerice da Silva Santos, percussionista e tinha um canto muito forte, conhecida pelo carinhoso nome Dona Teté, apresentará um espetáculo alegre, dinâmico, ao som dos ritmos de carimbó, caroço, valsa e baião inspirado no carimbó de caixeiras. 

O processo de criação buscou elementos singulares que misturam assim como no pastoril a ideia do religioso e do profano. Tipicamente maranhense com influências da Festa do Divino Espírito Santo, o espetáculo de dança traz passos característicos da dança original (inventada por Seu Lauro, no ano de 1973) que identificam e expressam a teatralidade e a sensualidade latente de brincadeiras, ritmos, movimentos de quadris e letra de canções, comuns a manifestações populares brasileiras já conhecidas pelo público (como Bumba-meu boi, Baião Cruzado e outros). “O Cacuriá é uma dança muito parecida com o carimbo e tens suas próprias características que fazem essa mistura religiosa e profana que integram a tradição de brincadeiras de roda, como o conhecido pastoril“, diz Amaro Filho, que também produz do grupo, que se apresenta na Semana do Livro com 20 integrantes entre músicos e dançarinos.

O acesso é gratuito e tudo acontece no auditório do Museu do Estado (Espaço Cícero Dias) e na Área Externa do MEPE onde estão localizados o “Espaço Livro Aberto” e a “Bienalzinha”, ambientes que contarão com ampla agenda a ser conferida no site (http://semanadolivrodepernambuco.com.br/). Os visitantes da Semana do Livro de Pernambuco terão acesso pelas entradas do Museu do Estado, mas vagas de estacionamento atenderão portadores de necessidades especiais e funcionários do MEPE.

Serviço:
Semana do Livro de Pernambuco  https://www.facebook.com/semanadolivrodepernambuco/?fref=ts
De 30 de novembro a 04 de dezembro, das 14h às 20h.
Museu do Estado de Pernambuco – Av. Rui Barbosa, 960, Graças
Gratuito

Nenhum comentário:

Postar um comentário