segunda-feira, 18 de julho de 2016

Ana Costa faz o Samba de Bamba do mês de julho

Considerada uma das responsáveis pela revitalização da Lapa carioca, a cantora sobe ao palco do Teatro da Caixa Cultural, dia 26 de julho

Ana Costa, a cantora que as rodas de samba e os palcos do Rio, em especial os da Lapa, doaram ao Brasil, abre o segundo semestre do projeto musical “Samba de Bamba”, dia 26 de julho, no Teatro da Caixa Cultural, na Praça do Marco Zero. Na ocasião, ela vai apresentar músicas de seu mais recente álbum Pelos Caminhos do Som, do qual homenageia seu padrinho musical, Martinho da Vila, e também dos discos anteriores, além de sambas de sua memória afetiva, como Cartola, Dorival Caymmi, Caetano Veloso, Vinicius de Moraes e Zé Ketti.

No repertório, a cantora concilia composições inéditas, em parceria com Zélia Duncan, Mu Chebabi e Jorge Agrião (seu parceiro mais frequente), com regravações de clássicos como “Por um dia de Graça”, de Luiz Carlos da Vila; “O que é o que é” de Gonzaguinha; “Filosofia de Vida”, de seu padrinho musical Martinho da Vila, em parceria com Fred Camacho e Marcelinho Moreira; e “As coisas que mamãe me ensinou”, de Leci Brandão e Zé Mauricio. Ana estará acompanhada por André Manhães (bateria), Daniel Felix (percussão), Júlio Florindo (baixo e direção musical) e Maurício Massunaga (violão e bandolim). O projeto, com patrocínio da Caixa, realiza, até dezembro, uma série de dez shows com os expoentes da nova geração do samba brasileiro. Os ingressos têm preços populares: R$ 20 e R$ 10 (meia).

Com uma trajetória de sucesso, indicada duas vezes como melhor cantora de samba no Prêmio da Música Brasileira, a artista foi eleita Revelação no 5º Prêmio Rival Petrobras de Música, considerada “um dos talentos de 2006”, por Antonio Carlos Miguel, e foi a cantora da música-tema “Viva Essa Energia” dos Jogos Pan-Americanos 2007, junto com Arnaldo Antunes. Como diria o saudoso Mestre Marçal, na sua curiosa forma de expressão, a cantora, compositora e violonista Ana Costa vem “provando o mingau pela beirada do prato”, conduzindo a carreira consciente do próprio valor e das próprias possibilidades de êxito. Ela já mostrou “seu carnaval” e já mirou “novos alvos”, já afirmou que “o hoje é o seu melhor lugar” e, agora, convida a todos para viajar “pelos caminhos do som”. 

Serviço:
Projeto “Samba de Bamba”, com Ana Costa
Terça-feira, 26 de julho, às 20h
Caixa Cultural: Av. Alfredo Lisboa, 505 – Praça do Marco Zero
Informações: (81) 3425-1915
Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia) – à venda a partir das 10h do dia do show na Caixa Cultural
Capacidade: 97 lugares |Duração: 90 minutos | Classificação: Livre


Nenhum comentário:

Postar um comentário