segunda-feira, 5 de março de 2012

A grife Minha Fé apresenta um novo olhar para a moda


Por Erika Fraga

Como todos sabem o mercado da moda não tem um formato definido, ele varia de acordo com as tendências e costumes culturais da sociedade. Isso faz com que a cada dia surjam marcas com novos conceitos. Um exemplo é a grife pernambucana Minha Fé, que une moda a religiosidade em um formato mais moderno.

Criada pela produtora cultural e estilista Dani Bastos em parceria com o designer gráfico Zé Ricardo, a marca chega ao mercado com a promessa de inovar o cenário da moda religiosa. “A ideia de trabalhar com o tema afro-brasileiro unido ao catolicismo surgiu há um ano, pois identificamos que na região não existia uma variedade de camisas voltada para esse estilo. O que encontrávamos era algo muito sisudo, usado em geral por senhoras. Faltava unir a religiosidade à moda jovial e moderna”, relata Dani ao explicar o motivo que a fez trabalhar nessa linha. A grife produz camisas, bolsas e bijuterias, porém o carro-chefe da Minha Fé são as camisas inspiradas em São Jorge. “Somos devotos de São Jorge, mas também desenvolvemos peças ligadas a orixás, a santos das religiões cristãs, entre eles, Cosme e Damião, Nossa Senhora da Conceição...”.


Procurada geralmente por pessoas ligadas a cultura, música e teatro, a grife apresenta uma logomarca composta pelas ferramentas de Ogum (a espada, a lança, o escudo, o martelo, a marreta, a enxada...), representado por São Jorge. Outra peculiaridade são as camisas que trazem no verso um trecho da oração do santo ou a lenda no caso dos orixás. Já para a próxima coleção, a grife irá lançar uma linha voltada para o público infantojuvenil, que apresentará a religiosidade de uma forma mais lúdica, porém sem perder a seriedade e sem transformar em algo banal.

Atualmente toda a produção das peças está sendo terceirizada, porém a dupla revela que anda desenvolvendo um projeto em parceria com o Terreiro Ilê Axé Oxum Mimin de Maranguape II, que levará à geração de trabalho e renda às mulheres de lá, as quais, em sua maioria, são donas de casa com dificuldade de acesso ao mercado de trabalho. “Essa parceria consiste em capacitar essas mulheres para que elas possam aprender uma profissão e trabalhar conosco na produção das peças. Eu vou ministrar as oficinas de bijuteria e a mãe de Fátima ministrará a oficina de costura”, comenta.



Grife Minha Fé
Dani Bastos – 9133-3571
grifeminhafe.blogspot.com | grifeminhafe@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário