Concurso para preservar patrimônio em Pernambuco

Rafael Amaral Tenório, presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU/PE)


Em sua segunda edição, o Concurso de Ideias Patrimônio Cultural Edição Pernambuco 2020 irá premiar trabalhos de arquitetos e urbanistas – profissional (em duas categorias) e estudantes – que desenvolveram trabalhos no campo de intervenção em obras voltadas à preservação patrimonial.

A iniciativa é do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU/PE) como forma de identificação e estímulo as boas práticas na área. O presidente do Conselho, Rafael Amaral Tenório, diz que é fundamental que “sejam reconhecidos trabalhos que contribuam para o avanço no campo patrimonial e soluções para problemas”.

As inscrições estão abertas de 12 de agosto de 2020 até 30 de outubro de 2020 e devem atender as regras que estão detalhadas em edital publicado no site do CAU/PE. O julgamento está previsto para novembro e a premiação em dezembro.

Os melhores trabalhos receberão prêmios, sendo o primeiro lugar no valor de R$ 8 mil. O projeto deve tratar diretamente a questão contemporânea das teorias de restauração e intervenção no patrimônio e podem contemplar bens tombados ou inventariados pelos diferentes níveis de proteção patrimonial do Estado brasileiro (federal, estadual ou municipal).

Podem, ainda, abordar aqueles que tenham valor e significado para uma comunidade integrante da sociedade civil, mesmo que não esteja protegido em qualquer nível, exclusivamente no estado de Pernambuco.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONFISSÕES URBANAS HOJE NO YOUTUBE

COLETIVO CINERUAPE ESTREIA PODCAST NESTE SÁBADO (23)

Zé Cafofinho lança TIRO DA ALMA, projeto inédito contemplado pela Aldir Blanc