terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Sessões Carnavalescas no Cine É Proibido Cochilar

Agremiações, troças, bonecos gigantes, tambores, flabelos, bares e ruas, no Cine é Proibido Cochilar o público terá a oportunidade assistir a filmes cuja temática é o Carnaval. Visto por diferentes ângulos, formas e concepções, a programação traz onze curtas-metragens e uma média-metragem, entre documentários e ficções, que revelaram e consolidaram os talentos de nossos diretores e artistas nordestinos.

Nesta semana o cineclube da Representação Regional Nordeste do Ministério da Cultura (RRNE/MinC) apresenta três curta metragens no cenário do carnaval pernambucano. Em um dos mais belos cartões postais do estado, o documentário “Olinda Bagdá” conta a história de um cidadão dos Estados Unidos (EUA), que ao passar suas férias no Carnaval de Pernambuco, revela detalhes de sua profissão no exterior. A realização é dos entusiastas Pinheiro Neto e Igor Colares.

O curta “Case” possui o nome do famoso bloco carnavalesco que reúne na quarta-feira de cinzas, técnicos e músicos que trabalharam nos polos durante todo carnaval. Por esse motivo, a produção realizada por Adalberto Oliveira narra a origem do Bloco do Case, formado pelos profissionais musicistas que escolheram esta quarta-feira para extravasarem todas as suas energias. Ao final, será exibido o filme “BBC Olinda”, de Lorival Cuquinha e Tatiana Diniz, contando a história de uma suposta equipe de TV da BBC que registra momentos impagáveis na cobertura do Carnaval de Olinda e Recife.

A exibição é uma iniciativa realizada pela Representação Regional Nordeste do Ministério da Cultura (RRNE/MinC), situada na Rua do Bom Jesus, no Bairro do Recife. Numa sala climatizada, para 60 pessoas, o Cine É Proibido Cochilar abre o mês das sessões carnavalescas, todas as quartas-feiras, às 19h.

Nenhum comentário:

Postar um comentário